Domingo, 22 de Janeiro de 2012

Torre de Moncorvo

 

Sexta Feira passada almocei em Torre de Moncorvo, a Terra do Ferro.  Por variadíssimas vezes tinha passado por perto, mas nunca tinha dado por lá uma "voltinha", e como tudo na vida, há sempre uma primeira vez. Vivi no litoral quatro décadas, e ainda, nos dias de hoje, passo lá alguma parte do tempo, mas o interior do país, o interior cheio de história com "H" grande, sempre me atraiu, como se me chamasse. Moncorvo é terra de minério de ferro, é terra antiga, e isso está patente na sua Igreja Matriz que é o templo de maiores dimensões de Trás-os-Montes, que apenas vos vou mostrar por fora, por motivos que vos contarei mais adiante. Agora daremos uma pequena voltinha pela bela e antiga Torre de Moncorvo, que nos transporta a tempos idos...

 

 

Como não podia deixar de ser, tinha que tirar uma foto aos Correios, ou não me lembrasse eu da "minha" casa de trabalho. É um imponente edificio situado no centro histórico e  intra muralhas nos restos do castelo medieval.

 

 

 

Dei uma primeira voltinha, mas andar às cegas não é aconselhavel e o Posto de Turismo está lá para nos ajudar. Foi aí que me dirigi e onde fui delicada e competentemente recebido e esclarecido. Assim está bem! As minhas desculpas,  porque não tomei nota do nome da senhora que me atendeu, mas deixo lhe aqui um agradecimento público pela forma como divulga a sua terra e a sua região. 

 

   

 

Ruas com história...

 

 

Com arquitectura que nos transmite...

 

 

que a concha é sinónimo que por aqui passava um dos  caminhos de Santiago...

 

 

De arquitectura mais singela uma casa e uma varanda bem portuguesa...

 

 

Um fontanário Filipino...

 

 

Outra rua do centro histórico...

 

 

Uma porta portuguesa...com alma, e sem a campainha eléctrica de toque irritante...não há como "bater" à porta, porque cada porta tinha o seu próprio som, a sua identificação, como se de uma personalidade se tratasse...

 

 

Igreja da Misericórdia...

 

 

Brasão...

 

 

Uma outra rua...

 

 

Esta é a famosa Igreja Matriz de Torre de Moncorvo, a maior em dimensão de Trás-os-Montes. De facto é impressionante e impressionante também é o que vos vou contar:

Perante uma construção de dimensões invulgares, obviamente que eu, fervoroso adepto da maquina fotográfica, rodeei o edifício, tirei umas quantas fotos e logicamente entrei. Olhei, observei, escolhi os melhores ângulos e sem fotografar as obras religiosas ao pormenor tirei umas quantas fotos ao interior da igreja. A igreja estava aberta e uma série de senhoras procediam à sua limpeza. Achei estranho o facto de uma senhora de casaco comprido falar ao telemóvel dentro da igreja, mas hoje em dia já nada se deve achar estranho...enfim...

Quando me dirigia para a porta de saída, vinha outro como eu com máquina fotográfica e foi aí que a tal senhora se me dirigiu e advertiu que não podia utilizar as fotografias da igreja sem previa autorização de um organismo, que dito de uma forma apressada não consegui fixar nem tomar nota, porque a diligente senhora disse estar com pressa, porque estavam vários turistas Búlgaros à sua espera...tentei insistir para tentar perceber e a resposta já em andamento foi se fosse á net e escrevesse Igreja Matriz de Moncorvo ficava esclarecido...ainda não estou esclarecido, porque nada encontrei...ou então sou um pouco burro, até porque fiquei a saber que o sucesso e o incremento do turismo em Torre de Moncorvo está nos búlgaros (!)...eu é que ando distraído(!)...

Tenho pena de não vos poder mostrar a imponência do monumento, e a Torre de Moncorvo que guarde e mostre a Igreja como entender...

Convem, já agora, esclarecer que não há qualquer aviso visivel sobre a proibição de captar imagens.

 

 

Se quiserem ver...vão lá...sem máquina...ou surdos...

 

 

E se por lá passarem não deixem de comer umas amêndoas típicas...

Seguramente voltarei a Torre de Moncorvo, come-se bem, a vila é bonita, tem história, alma e gente simpática, não sei é se voltarei à Igreja, provavelmente não vale a pena...porque não a posso mostrar...

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:58
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Eu

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Caminhada Solidária em Po...

. Aqu'Alva Stória - Encerra...

. Requalificação da Anta d...

. Aqu' Alva Stória - Lafaek...

. Aqu'Alva Stória - dos Hip...

. Aqu'Alva Stória - Thomas ...

. Aqu'Alva Stória - Bulibaç...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.A ver

online

.Visitas

.últ. comentários

Boa noite caro Manuel Santos! Muito obrigado pelo ...
Linda e maravilhosa a minha terra,parabéns a quem ...
Fantástico....fantástico....fantástico.Muitos para...
Meu bisavô nasceu emOliveira do Hospital não sei ...
Bonitas imagens, os pomarenses em particular, e os...
Parabéns ao Município de Oliveira por esta promoçã...
Mais um bom trabalho
Um verdadeiro Hino ao mais belo dos postais. Fantá...
Outra coisa não se esperava do amigo. Excelente re...
Meu querido amigo António Manuel Silva a navegar n...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.