Domingo, 28 de Maio de 2017

Agualva-Mira Sintra - Encontro de Culturas 2017

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (1).JPG

O caminho faz-se caminhando!
Temos vindo a assistir à transformação do Largo da Republica, que depois de anos e anos de inanição tem vindo a ganhar vida. Este sábado, sob o tema "Encontro de Culturas 2017", a maior praça da nossa freguesia ganhou animação, cor, e o cheiro de comida caboverdiana e brasileira. E muita música!
O empenho e a aposta do Presidente da União de Freguesias de Agualva e Mira Sintra, Arqº Carlos Casimiro, da Dra. Helena Cardoso, do Vogal Teodósio Alcobia, e restante executivo da Junta de Freguesia, bem como dos seus trabalhadores, foi bem visível no sucesso desta e de outras iniciativas, que se teem vindo a realizar neste espaço que é também a centralidade da freguesia, onde vivem mais de 30 nacionalidades diferentes! O evento contou com a presença do Vereador, Dr. Eduardo Quinta Nova, em representação do Presidente da Câmara de Sintra, Dr. Basílio Horta.
Do artesanato à gastronomia, da música à dança, exposições e worshops, onde se abordaram temas tão importantes como a mutilação genital feminina, uma realidade que não pode ser ignorada e que é ainda pratica em comunidades onde essa pratica é aceite e estimulada e que vivem na nossa freguesia.
Mesmo que algumas vozes se levantem e vão criticando, as imagens que vos deixo mostram a força da razão e o trabalho que se tem feito. Parabéns Junta de Freguesia de Agualva e Mira-Sintra, parabéns Arqº Carlos Casimiro! 
O caminho faz-se caminhando!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (2).JPG

 Banca de Narração Oral de Lusofonia - Aqú'Alva Stória

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (3).JPGViv@cidade

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (4).JPG

 Arrumar as bancadas...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (5).JPG

 Uma manhã morna...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (6).JPG

Tarefas...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (7).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (9).JPGDança

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (8).JPG

 Uma manhã calma que vai contrastar com uma tarde animada e com muita gente...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (10).JPG

Pinturas corporais com grande destreza e qualidade...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (28).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (11).JPG

Panos de outras culturas...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (12).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (13).JPG

Gente gira!!!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (14).JPG

 Alunos do Curso de Fotografia Profissional da ESMA ( Escola Secundária Matias Aires)

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (15).JPG

Fanfarra dos Bombeiros de Agualva-Cacém, aplaudidos pela Dra Helena Cardoso!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (16).JPG

Presidente, Arqº Carlos Casimiro, inicia-se nas artes da olaria...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (17).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (18).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (19).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (20).JPG

Upsss...a peça!!!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (21).JPG

Com os Drs Rui Oliveira e Carlos Leite, Historiadores e investigadores de História.

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (22).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (23).JPG

Adriano Reis e Manuela Leitão

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (24).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (25).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (26).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (27).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (29).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (30).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (31).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (32).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (33).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (34).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (35).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (36).JPG

Gente gira, da "Olho Vivo"

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (37).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (38).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (39).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (40).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (41).JPG

 

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (42).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (43).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (44).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (45).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (46).JPG

Dra Antonieta, uma das oradoras do tema em debate " A mutilação genital feminina" que abordou de uma forma clara e tocou nos problemas que dificultam a erradicação dessa pratica!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (47).JPG

E um grande espectáculo...as batucadeiras...

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (48).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (49).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (50).JPG

E dançam...e muitos aplausos merecidos....um espectáculo!!!!

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (51).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (52).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (53).JPG

Agualva & Mira Sintra encontro de Culturas 2017 (54).JPG

Já não tive a oportunidade de fotografar a actuação de um dos maiores guitarristas, de origem caboverdiana, bastante reconhecido e que eu gosto (é só pesquisar neste blog!): Armando Tito.

 

 

publicado por rouxinoldepomares às 22:26
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Abril de 2017

Aqu' Alva Stória - Lafaek, o Avô Crocodilo Timorense!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (1).JPG

No âmbito da Aqu'Alva Stória, II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia, assisti hoje a uma tertúlia sob o sugestivo título " Lafaek, o Avô Crocodilo Timorense, que o Dr. Tiago Cardoso e o Prof Luís Costa nos levaram numa grande viagem ao país do Sol Nascente, aos seus costumes, tradições, contrastes, ao sofrimento de um povo invadido, martirizado, massacrado, à resistência, à luta, à independência, aos sonhos e ao desencanto...como se fossemos transportados no dorso de um grande Lafaek...Timor o país convidado!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (2).JPG

Dr. Tiago Cardoso. As saudades, a chegada a Portugal, a resitência, e as memórias na primeira pessoa...dirigente da Associação Uma Timor-Salurik, que o aproxima das suas raízes timorenses!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (3).JPG

Prof Luís Costa, a experiência e a sabedoria, da resistência até à tradução dos missais para Tétum...um conhecedor e fiel depositário das tradições timorenses!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (4).JPG

Conta-nos a lenda que há muito, muito tempo, um grande e velho crocodilo que vivia numa ilha da Indonésia, já não tinha forças para apanhar peixes e estava a morrer de fome, resolveu então ir para terra  à procura de algum animal que lhe servisse de alimento. Andou, andou, andou, mas não conseguiu encontrar nada para comer. Andou tanto e sem se alimentar que ficou sem forças para regressar à água. Um rapaz que ia a passar, teve pena do crocodilo e ajudou-o a regressar à água. Tornaram-se amigos e o crocodilo levou-o a passear pelo mar. A amizade entre o rapaz e crocodilo era grande, cada vez maior, mas um dia a fome do crocodilo foi maior que a amizade e pensou comer o rapaz, mas antes perguntou aos outros animais e todos acharam que o crocodilo seria injusto com o rapaz que o salvou. O crocodilo percebeu que estava a ser injusto e cheio de vergonha partiu para longe convidando o rapaz para ir com ele porque eram amigos. A viagem foi longa e o crocodilo exausto pela fome e já velho acabou por morrer, transformando-se numa ilha...Timor!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (5).JPG

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (6).JPG

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (7).JPG

Mais uma vez...o espaço foi... Hipopómatos na Lua, em Sintra!

Aqu'Alva Stória - Lafaek o Avô Timorense.. (8).JPG

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:50
link do post | comentar | favorito

Aqu'Alva Stória - dos Hipopómatos à Casa das Marionetas - Agualva-Cacém

Hipopómatos (001).JPG

Ana Sofia Pereira, actriz e contadora de histórias! Excelente contadora de histórias, digo eu, e muitos mais! E muito bonita! Actriz formada pela Escola Superior de Teatro e Cinema, graduou-se em teatro e mais tarde especializou-se em Promoção e Mediação de Leitura na Universidade do Algarve. Paralelamente ao seu trabalho de actriz dedica-se à narração de contos e é nessa qualidade que tem participado na Aqu'Alva Stória, II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia. É ainda membro do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional da Universidade Nova de Lisboa e da cooperativa Memória Imaterial, onde trabalha como investigadora, transcritora e recolectora de folclore poético e narrativo.

Ontem fui novamente ouvir a Ana Sofia Pereira, em Sintra nos Hipopómatos...

Hipopómatos (002).JPG

Desconhecia de todo onde era este local...perguntei, aqui e ali...as pessoas olhavam para mim como se eu tivesse aterrado de um qulaquer planeta de uma galáxia distante...mas a teimosia de uma serrano não o leva a desistir à primeira dificuldade...
Lá acabei de chegar a este sítio que aconselho e que fica no espaço da Biblioteca Municipal de Sintra. mesmo ali, no coração da Vila de Sintra...onde pode ler uns livros, passear com as crianças e ensiná-las que ler é uma boa opção para a vida, desfrutando ainda de ar puro da diversidade botânica que rodeia o espaço e a nossa bela Vila de Sintra!

Anote: Hipopómatos, porque sim, porque os mais pequenos não dizem Hipopótamos e trocam as sílabas...SIMPLES, como são as crianças!!!

Hipopómatos (003).JPG

Cá estão os hipopómatos...

Hipopómatos (004).JPG

Pode ler enquanto bebe um chazinho ou um cafezinho...

Hipopómatos (005).JPG

Vamos lá então às imagens de Ana Sofia Paiva, que nos contou uma história fabulosa, de um só folgo, de uma forma arrebatadora e encantadora...aqui na apresentação com o mentor do projecto Adriano Reis.

Hipopómatos (006).JPG

Hipopómatos (007).JPG

Hipopómatos (008).JPG

Hipopómatos (009).JPG

Hipopómatos (0010).JPG

Hipopómatos (0011).JPG

E porque Aqu'Alva Stória, vai acontecendo todos os dias desta semana em vários locais, com insidencia em Agualva-Cacém, fomos de Sintra até Agualva à Casa da Marioneta, onde aconteceu o momento teatral de narração de uma história, pela Lucrécia Alves, Carla Dias e Carla Guerreiro.

Casa da Marioneta- SintraConta (1).JPG

Na apresentação o responsável pela Casa da Marioneta, Fernando Alexandre Cunha!

Casa da Marioneta- SintraConta (2).JPG

O actor e contador de Stórias, Adriano Reis!

Casa da Marioneta- SintraConta (3).JPG

Lucrécia Alves!

Casa da Marioneta- SintraConta (4).JPG

Casa da Marioneta- SintraConta (5).JPG

Casa da Marioneta- SintraConta (6).JPG

Casa da Marioneta- SintraConta (7).JPG

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 16:03
link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Abril de 2017

Aqu'Alva Stória II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia - Agualva-Cacém

Aqu' Alva Stória (001).JPG

Aconteceu ontem no MU.SA, Museu das Artes de Sintra, o arranque do evento da nossa cidade de Agualva Cacém, sob o nome de Aqu'Alva Stória, II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia, que tem como tema "Lafaek, o avô crocodilo vem até nós" e tem como país convidado Timor-Leste, numa parceria entre a RJ Anima e a Uma Timor-Salurik, cujo protocolo foi assinado em Janeiro como podem ver CLICANDO AQUI.  Durante uma semana, de 1 a 8 de Abril, poderão ouvir histórias, contos, narrativas e teatro de marionetas, em português, com sotaques que vão de Timor ao Brasil, passando por Cabo Verde, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e S.Tomé e Príncipe, e podem saber porque é que Lafaek, o avô crocodilo veio até nós...

Aqu' Alva Stória (002).JPG

Na Junta de Freguesia  e em outros locais, podem adquirir o desdobrável como este, que tem a calendarização das actividades deste evento promovido pela associação RJ ANIMA.

Aqu' Alva Stória (003).JPG

Muita gente que participou na cerimónia de abertura de Aqu'Alva Stória II Encontro Internacional de Narração Oral de Lusofonia.

Aqu' Alva Stória (004).JPG

Presentes, o Dr. Rui Pereira, Vice-Presidente da Câmara de Sintra, o Dr. Eduardo Quinta Nova, Vereador, a Sra Embaixadora de Timor Leste, Dra. Maria Paixão da Costa e o Sr Ministro Plenipotenciário da Embaixada de Cabo Verde em Portugal, Dr. Jorge Gonçalves.

Aqu' Alva Stória (005).JPG

Em transmissão directa, a Radio dos Miúdos!

Aqu' Alva Stória (006).JPG

O principal mentor do projecto, o actor e contador de "Stórias", Adriano Reis!

Aqu' Alva Stória (007).JPG

Aqu' Alva Stória (008).JPG

Aqu' Alva Stória (009).JPG

Dr. Tiago Cardoso, da Associação Timorense, Uma Timor-SalurikAqu' Alva Stória (0010).JPG

No uso da palavra o Dr. Jorge Gonçalves da Embaixada de Cabo Verde em Portugal.

Aqu' Alva Stória (0011).JPG

Aqu' Alva Stória (0012).JPG

A Sra Embaixadora de Timor Leste, Dra. Maria Paixão da Costa dirige-se aos presentes.

Aqu' Alva Stória (0013).JPG

No uso da palavra o Sr. Presidente da Junta da União de Freguesias de Agualva e Mira-Sintra, Arquitecto Carlos Casimiro. 

Aqu' Alva Stória (0014).JPG

Aqu' Alva Stória (0015).JPG

O Sr. Presidente da União de Freguesias de Cacém e S. Marcos, José Estrela Duarte, no uso da palavra! 

Aqu' Alva Stória (0016).JPG

Aqu' Alva Stória (0017).JPG

O Dr. Rui Pereira, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Sintra, dirige-se aos presentes.

Aqu' Alva Stória (0018).JPG

Fernanda Fonseca e Castro, expõe no MU.SA, durante o mês de Abril, fotografias de Timor, da sua autoria, sob o tema " Timor, aos meus olhos".

Aqu' Alva Stória (0019).JPG

A explicação, fotografia a fotografia...(até eu fiquei com vontade de ir a Timor clicar umas fotos!!!...)

Aqu' Alva Stória (0021).JPG

Aqu' Alva Stória (0022).JPG

Aqu' Alva Stória (0020).JPG

Lucrécia Alves, da Associação RJ Anima, recolhe o testemunho e a assinatura dos presentes...

Aqu' Alva Stória (0023).JPG

Dois dos obreiros destas iniciativas...Adriano Reis e Lucrécia Alves!

Aqu' Alva Stória (0024).JPG

E o final do 1º dia de Aqu'Alva Stória...terminou já noite alta com uma refeição com sabores de Cabo Verde e Timor Leste, e o local escolhido foi a Casa da Marioneta, da qual falaremos um dia destes...

Aqu' Alva Stória (0025).JPG

Aqu' Alva Stória (0026).JPG

Aqu' Alva Stória (0027).JPG

Aqu' Alva Stória (0028).JPG

Aqu' Alva Stória (0029).JPG

Aqu' Alva Stória (0030).JPG

Aqu' Alva Stória (0031).JPG

Aqu' Alva Stória (0032).JPG

Continua... 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 22:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2017

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (001).J

Não é novidade que a Taverna dos Trovadores é uma referência em Sintra, não só pelo menu, pelas bebidas, ou pela extensa carta de vinhos, mas é sobretudo pelo seu palco, onde passam nomes consagrados da música portuguesa. Com ambiente único, familiar, em que toda a gente se sente em casa, a Taverna, é a "catedral da boa música", que merece muito mais do que uma visita.
Este passado sábado tive o privilégio de ter ido ver no palco da Taverna, a fadista e cantora Joana Amendoeira. Afável, linda e elegante, a cantora,  é dona de uma bela voz e de uma excelente postura e performance em palco. Fiquei fã! 
Venham daí comigo...espero que gostem! 

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (002)

O trabalho de alinhamento do espectáculo, junto do grande músico Carlos Lopes (Bisnaga),  um dos melhores acordeonistas do género do nosso país. 

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (003)

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (004)

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (005)

Carlos Lopes (Bisnaga) no acordeão

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (006)

Edu(ardo) Miranda, na viola e bandolim

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (007)

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (008)

Joana Amendoeira na Taverna dos Trovadores (009)

E é sempre com prazer que me cruzo com conterrâneos, neste caso do Soito da Ruiva, e sinto-me orgulhoso, em ter contribuído de certa maneira, para a divulgação da Taverna dos Trovadores, junto da nossa comunidade.

 

Vejam os videos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:46
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cadaval - Sintra

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

O Fernando Pereira é o culpado disto tudo!

Já depois de ter publicado algumas fotografias e alguns vídeos, partilhados e vistos por milhares de pessoas na rede social facebook, e para me sentir confortável com todo o trabalho que tive na recolha de imagens e vídeo, faltava o devido post no meu Blog, simplesmente para que conste, e para que se faça história dos últimos grandes concertos desta grande e maravilhosa banda, com a alma na Serra do Açor e o coração em Sintra, que aqui tenho publicado e dado noticia.
Este foi mais um dos grandes concertos a que tive o privilégio de assistir, e com regozijo dou eco da presença de alguns pomarenses, e um grande numero com origem na Soragaçosa, terra de origem do Fernando Pereira. Não me passou despercebido também a vinda de gente de Tábua, propositadamente para assistir ao concerto, assim como do Alentejo, mais propriamente do Torrão.
Nas fotografias e nos videos que se seguem, penso que se poderá ter uma pequena ideia da grande qualidade dos músicos e das canções, e tenho a  certeza que toda a gente ficará a perceber porque é que a Taverna dos Trovadores tem uma família e é um sítio mágico!

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Ao centro, e de viola, Fernando Pereira, à direita, Filomena Pereira, Jorge Costa na bateria e percussão, (baterista dos Quinta do Bill), em substutuição do José Salgueiro que se encontra ainda em digressão na Ásia, e ainda à direita, João Ramos no violino e flauta; do lado esquerdo, Eduardo Miranda, considerado um dos melhores bandolinistas do mundo, ao piano e também no clarinete, Paulo Loureiro, um excelente e talentoso músico. e no acordeão, Carlos Lopes, um dos melhores na modalidade, e as várias bandas de topo em que tem participado atestam a sua superior qualidade.  

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Ana Laíns, artista convidada, mas uma presença habitual na Taverna, local onde mais gosta de cantar. Cantora extraordinária e com uma capacidade invulgar de comunicar com o publico.

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Filomena Pereira, a voz feminina da Real Companhia, discreta, simples, uma voz limpida e poderosa.

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Um trio espectacular: Filomena Pereira, Eduardo Miranda e Carlos Lopes.

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Eduardo Miranda

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Carlos Lopes

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Sebastião Antunes, outro dos artistas convidados. O Sebastião (Quadrilha), é autor de vários exitos, alguns cantados por outros cantores e bandas, e apesar da sua condição visual é um excelente compositor e autor de belas letras, como é a Beira Serra, uma das minhas preferidas.

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Rogério Charraz, um autor compositor com uma qualidade extraordinária. Não Tenhas Medo do Escuro, é o seu ultimo trabalho e além de ser uma presença habitual na Taverna dos Trovadores foi também ums dos artistas convidados. É sempre um prazer ouvir o Rogério Charraz!

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

Jorge Costa, bateria e percussão.

Real Companhia & Amigos em Concerto no CC Olga Cad

A Real Companhia comemorou 20 anos, " 20 Anos Já Cá Cantam", deu um concerto no Centro Cultural Olga Cadaval, e neste dia lançou também este belo CD. 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2016

Aniversário da Mena na Taverna dos Trovadores (a música)

Este é um "mimo" que vos ofereço. Não é todos os dias que podem ver, de forma informal, músicos de renome a tocar para amigos em ambiente intimista e sem preocupações com posturas e colocação de voz, e ainda, sem qualquer recurso a aparelhagem sonora. Senhoras e senhores, som limpo e ao vivo de Rui Veloso, Rogério Charraz, Edu Miranda, Fernando Pereira, José Salgueiro e a Mena com a sua excelente voz.
Obrigada Mena por este magnifico serão. Parabéns!

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Junho de 2016

Passeio com Stória na Ribeira do Jardo em Agualva-Cacém

 

A iniciativa pertenceu à Associação RJ ANIMA, e o convite chegou-me pelas redes sociais. O apelo de conhecer mais um pouco da História do território em que residimos pareceu-me mais que suficiente para que pegasse na minha máquina fotográfica, deixasse o aconchego do lar e o "far niente" de um domingo à tarde, e partisse ao encontro de quem se predispunha a partilhar os seus conhecimentos. Sob o título "Agoa Alva, Aqua Alva" Caminhada com Stória, lá fui ao convite. Não me arrependi!
Posto isto a servir de introdução, passemos então à acção, que é como quem diz á descrição, embora sumária, deste passeio que tinha uma duração prevista de 60 minutos e se prolongou por outros tantos.

Uma das coisas em que acredito é que nós só nos podemos identificar com as coisas se as conhecermos. É assim com as pessoas, é assim com os lugares também. A História permite-nos compreender o presente e perceber o que queremos para o futuro de um território no qual habitamos, e para quem vem de fora, a importância é enorme pelo laço que se cria na integração e na identificação dos seus habitantes.

A lição de História esteve a cargo de Rui Oliveira, professor, antropólogo e investigador histórico. Agradeço-lhe pessoalmente a disponibilidade em partilhar connosco o seu saber. Gostei especialmente daquele ar de "Indiana Jones", que deixava transparecer uma boa cultura e um saber extraordinário de todo os espaço envolvente. Gosto de gente que fala com paixão e vive a sua actividade. É o caso! É extraordinário o conhecimento centímetro a centímetro do espaço, onde a História recuou aos tempos Fenícios, ao tempo do Império Romano, o apontar para o Alto de Colaride e ficarmos a saber que ali está uma pedreira do tempo do Império Romano tal qual a deixaram. É fascinante estarmos a pisar o mesmo solo onde outrora passaram as vias romanas. É extraordinário saber que ali, debaixo dos nossos pés, passou El Rey D. Manuel e a sua Corte a caminho de Sintra. Tudo isto à beira da Ribeira do Jardo, (ficámos a saber que esta é a designação correcta, embora seja conhecida por Ribeira das Jardas), que tem 19 quilómetros, nasce na Serra da Carregueira e é um dos afluentes do Tejo, e que em tempos dividiu os termos de Lisboa e de Sintra. É extraordinário saber que pisamos terras de D. Domingos Jardo, Bispo de Lisboa, chanceler de D. Dinis, e responsável pela criação da Universidade em Portugal com a criação do Convento de Sto Elói.   

A concentração deu-se junto às instalações da antiga Fábrica Melka e daí progredimos Ribeira acima...

Não éramos muitos...o que facilitou a comunicação...e quem não veio, não soube o que perdeu!!!

Lições de História, in loco e gratuitas não é para perder...
Estamos na margem direita, hoje Freguesia de Cacém - S. Marcos, e em tempos termos de Sintra, e logo ali na outra margem, a esquerda, hoje a Freguesia de Agualva-Mira Sintra, e em tempos os termos de Lisboa.

Continuámos a percorrer as margens da Ribeira do Jardo, e Rui Oliveira foi-nos enquadrando na importância deste curso de água ao longos dos séculos. Extraordinário!

Rui Oliveira foi dando indicações e chamando a atenção para aspectos curiosos...

...incluindo a fauna...na foto uma galinha d' água, ali, a poucos metros de vias com transito intenso e edifícios de muitos andares, para além de muitos patos reais que ali residem...

Parámos debaixo do enorme plátano, a arvore sobrevivente ao Polis que alterou radicalmente toda esta zona...e mais uma lição de História, desde os tempos remotos até...

...a tempos recentes, onde ainda se podem ver os restos de asfalto da Rua Elias Garcia, como era...e as pedras da ponte soterrada...

Parámos novamente um pouco mais à frente, e a História corria ao sabor da conversa. D. Domingos Jardo, (jardo significa louro e tês clara)...porque se falava da Ribeira das Jardas, ou melhor da Ribeira do Jardo.

 Quando a História vem ter connosco é muito mais interessante...

 E a jornada estava prestes a chegar ao fim...

Duas futuras arquitectas tiravam freneticamente apontamentos...

Rui Oliveira, muito bem documentado, que fala com paixão e se nota a experiência de ensinar... 

E o que eu aprendi...
Passei por aqui centenas de vezes, ou mais, e nunca me passaria pela cabeça que estes edifícios em meia-ruína encerravam tanta história. Repare-se na pedra do lado direito, que tem um "barco"; significa simplesmente que estas casas estavam identificadas para pagar impostos a Lisboa, o tal imposto que hoje poderá ter paralelo com o "nosso" IMI...

Mas já o passeio se tinha findado, e o Historiador acompanhou as jovens arquitectas que para trabalhos de estudo lhe colocaram algumas questões. Não se fez rogado e fomos ver onde se situava uma antiga pedreira, e de seguida fomos ver a única ponte medieval que resta em Agualva.

O vale do Penelo por onde corre a Ribeira do Grajal e a ponte medieval.

Caro Rui Oliveira foi um prazer acompanhá-lo. Parabéns à Associação RJ ANIMA. Agualva só tem a ganhar e nós também.
Obrigados!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:55
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Abril de 2016

Pão Saloio em S. João das Lampas

 

Sábado, dei um saltinho a S. João das Lampas, e jantei no 1º Festival de Pão Saloio que decorreu este fim de semana, encerrando hoje, onde também se pode apreciar a mostra agrícola, artesanato e diversões, próprias de um evento destes. Atraiu-me o sugestivo nome de "pão saloio" e atraiu-me também as potencialidades desta zona, tão perto da capital, que ainda encerra muitos dos saberes e sabores de antigamente, os sabores saloios e genuínos. Eu gosto destas "feiras", porque são elas que nos trazem ainda ao conhecimento e ao nosso palato alguns dos sabores que fazem a diferença da bitola da comida de plástico, toda igual, e que prolifera em tudo que é espaço de centro comercial, ou aglomerado urbano. Estas feiras e mostras são potenciadoras na união e identidade de todos os que não tendo origem na região saloia, a escolheram para viver. 
Não sei se alguém da organização me vai ler ou não, mas a única coisa a corrigir no futuro é a aposta nas "barraquinhas" de pão saloio, dos produtos endógenos, é que eu ir á procura de pão saloio e sair de lá com pão de Alfandega da Fé, não é propriamente o que estava à espera. Sei que não é fácil, sei que há muito trabalho de retaguarda, mas apostem e mobilizem as associações, os comerciantes  da terra, e apostem no pão, o Pão Saloio.

 

 Alguns pontos onde se podia comer, e até se comeu bem, diga-se em abono da verdade...

As normais e ordeiras filas, para manducar...

A mostra agrícola, que expõe as velhas relíquias mecânicas...

A agricultura também tem os seus clássicos...

Miniaturização de um estilo tipicamente saloio...

A minha origem camponesa leva-me muitas vezes a parar, observar e conversar, com quem vive da terra e dos produtos que ela produz. Gostei de falar como Sr. Alcino da Silva Lourenço, de onde trouxe algumas espécies de feijão para ver se se adaptam na minha Beira Serra...

E reitero o que atrás disse, estas iniciativas, feiras, mostras, e festivais que promovam os produtos locais, e que dão a conhecer os produtos endógenos nunca são demais. Eu por exemplo, há quase quarenta anos a residir em Sintra, não conhecia nenhum produtor de mel de Sintra; fiquei a conhecer, e embora sendo muito diferente do mel da minha Serra do Açor, gostei, e voltarei a comprar.  

E o pão saloio é para apostar...
Parabéns aos organizadores e à autarquia local, a União de Freguesias de S. João das Lampas e Terrugem. Continuem! Força!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 20:38
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2016

A Taverna dos Trovadores está Linda!

Taverna dos Trovadores (1)

No sábado dei um saltinho à Taverna dos Trovadores para ver e rever os meus amigos e notei algumas diferenças. Que bonito está este espaço do nosso amigo e conterrâneo Fernando Pereira!

Taverna dos Trovadores (2)

Taverna dos Trovadores (3)

Taverna dos Trovadores (4)

Taverna dos Trovadores (5)

Taverna dos Trovadores (6)

Taverna dos Trovadores (7)

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 11:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (2)
Sábado, 16 de Abril de 2016

Orçamento Participativo - Agualva e Mira-Sintra

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Qualquer semelhança com o que eu conheço de outras realidades é pura ficção. Ou melhor, há uma distância galáctica.
Ontem assisti à sessão do Orçamento Participativo na Junta de Freguesia de Agualva e Mira Sintra, onde foram apresentados pelos proponentes 18 projectos, desde dança, talentos, passando pelo património histórico, de requalificação de espaços públicos, de pequenas obras escolares, da cultura, da intervenção e apoio social, da agricultura biológica e permacultura, e até à street art, que irão ser sujeitos a votação que se iniciará na segunda feira.
O Orçamento Participativo é um instrumento democrático que ajuda a definir prioridades da freguesia, e pode ser apresentado pelos cidadãos, ou grupo de cidadãos, residentes na freguesia, ou associações sem fins lucrativos. Possibilita ainda, que todos os cidadãos possam participar em igualdade de condições na tomada de decisões e na gestão de recursos. Para isso é destinada uma verba, que tem regras, entre as quais 60% do valor é destinado a projectos na área de apoio social, da cultura, de infra-estruturas ou do desporto, e 40% para projectos destinados à juventude e escolas. O Orçamento Participativo, é uma forma também de incentivar a participação na gestão publica, tendo em atenção especial os jovens, que tive a oportunidade de constactar pela participação destes na apresentação de alguns projectos.

Deixo aqui algumas imagens com a consciência que isto é uma forma democrática, aberta e transparente, na gestão dos recursos e dinheiros públicos, e uma excelente forma de ouvir os cidadãos e tornar o poder politico mais perto das pessoas. Gostei de assistir, e acredito que a nossa cidade só tem a ganhar. Parabéns para a Junta de Freguesia, na pessoa do seu Presidente, Arqº Carlos Casimiro, a quem se devem estas excelentes iniciativas.

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

Orçamento Participativo da Junta Freguesia de Agu

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 11:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Abril de 2016

Loja do Cidadão em Agualva-Cacém

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Hoje foi um dia grande para quem vive na "Linha de Sintra", que, para além de ver o metropolitano chegar à Reboleira, e permitir o "transfer" com a "nossa"  linha da CP possibilitando chegar à baixa lisboeta em pouco mais de quinze minutos, foi também inaugurada a Loja do Cidadão de Agualva- Cacém, dotando a nossa cidade de uma mais valia que reúne num ponto só a prestação de serviços públicos, agregando no mesmo espaço entidades publicas e privadas.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

A inauguração teve a presença do Primeiro Ministro, Dr. António Costa, para além de inúmeras entidades do governo e da autarquia, nomeadamente, e como é obvio, o Dr. Basílio Horta, Presidente da Câmara de Sintra.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

O Primeiro Ministro, Dr. António Costa e o Dr. Basílio Horta, Presidente da Câmara Municipal de Sintra, estão de parabéns.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Como viria a referir o Dr. Basílio Horta na sua intervenção, agradeceu a expressiva presença de muitas centenas de pessoas nesta inauguração, mesmo sendo um dia de semana. 

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

E porque hoje também era " o dia do beijo", o Primeiro Ministro, António Costa, não se cansou de distribuir beijos a dezenas de senhoras que o abordaram, e muitos afectos a muita gente que efusivamente o cumprimentava. Isto é a parte que não se vê nas televisões...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Mas, vamos recuar um pouco, para vos mostrar cronologicamente os acontecimentos.

Muito antes da hora, centenas de pessoas aguardavam a chegada das entidades oficiais, e também algumas personalidades do governo e do gabinete do PM, bem como da autarquia sintrense, já marcavam presença...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

...e ainda outras entidades da nossa cidade.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

A chegada do Primeiro Ministro, Dr. António Costa.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Cumprimentando o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Rui Pereira.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Cumprimentando a Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Dra. Maria Manuel Leitão Marques, (Professora Catedrática da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra) 

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

E esta Sra. diz, depois de cumprimentar efusivamente o Dr. António Costa, "já fui sua apoiante, quando foi candidato à Câmara Municipal de Loures".

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Um "banho de multidão", a parte que as televisões não têm tempo para mostrar. Na foto, em primeiro plano, o "meu" Presidente de Junta, Arqº Carlos Casimiro,  a cumprimentar o Dr. António Costa.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Cumprimentando o povo.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Idem...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Idem...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Não vi barreiras, nem constrangimentos. Isto é outra forma de governar... para arrelia de muitos "pafpianos", a geringonça está a andar, e bem...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Nas instalações da Loja do Cidadão havia limitação de espaço à captação de imagens...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Intervenção do Dr. Basílio Horta, Presidente da Câmara Municipal de Sintra.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Intervenção da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Dra. Maria Manuel Leitão Marques.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Intervenção do Primeiro Ministro, Dr. António Costa.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Dr. Basílio Horta, ouvindo o Dr. António Costa.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Aspecto da cerimónia.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

O Primeiro Ministro, cumprimenta o seu Presidente de Câmara, porque o Dr. António Costa  tem residência em Sintra.

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

E assim está terminada a cerimónia...

Inauguração da Loja do Cidadão de Agualva-Cacé

Temos Loja do Cidadão na cidade de Agualva-Cacém. Obrigado!

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.posts recentes

. Agualva-Mira Sintra - Enc...

. Aqu' Alva Stória - Lafaek...

. Aqu'Alva Stória - dos Hip...

. Aqu'Alva Stória II Encont...

. Joana Amendoeira na Taver...

. Real Companhia & Amigos e...

. Aniversário da Mena na Ta...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.A ver

online

.Visitas

.últ. comentários

Pomares está de Parabéns e toda esta organização m...
Boa noite caro Manuel Santos! Muito obrigado pelo ...
Linda e maravilhosa a minha terra,parabéns a quem ...
Fantástico....fantástico....fantástico.Muitos para...
Meu bisavô nasceu emOliveira do Hospital não sei ...
Bonitas imagens, os pomarenses em particular, e os...
Parabéns ao Município de Oliveira por esta promoçã...
Mais um bom trabalho
Um verdadeiro Hino ao mais belo dos postais. Fantá...
Outra coisa não se esperava do amigo. Excelente re...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.