Domingo, 24 de Abril de 2016

Pão Saloio em S. João das Lampas

 

Sábado, dei um saltinho a S. João das Lampas, e jantei no 1º Festival de Pão Saloio que decorreu este fim de semana, encerrando hoje, onde também se pode apreciar a mostra agrícola, artesanato e diversões, próprias de um evento destes. Atraiu-me o sugestivo nome de "pão saloio" e atraiu-me também as potencialidades desta zona, tão perto da capital, que ainda encerra muitos dos saberes e sabores de antigamente, os sabores saloios e genuínos. Eu gosto destas "feiras", porque são elas que nos trazem ainda ao conhecimento e ao nosso palato alguns dos sabores que fazem a diferença da bitola da comida de plástico, toda igual, e que prolifera em tudo que é espaço de centro comercial, ou aglomerado urbano. Estas feiras e mostras são potenciadoras na união e identidade de todos os que não tendo origem na região saloia, a escolheram para viver. 
Não sei se alguém da organização me vai ler ou não, mas a única coisa a corrigir no futuro é a aposta nas "barraquinhas" de pão saloio, dos produtos endógenos, é que eu ir á procura de pão saloio e sair de lá com pão de Alfandega da Fé, não é propriamente o que estava à espera. Sei que não é fácil, sei que há muito trabalho de retaguarda, mas apostem e mobilizem as associações, os comerciantes  da terra, e apostem no pão, o Pão Saloio.

 

 Alguns pontos onde se podia comer, e até se comeu bem, diga-se em abono da verdade...

As normais e ordeiras filas, para manducar...

A mostra agrícola, que expõe as velhas relíquias mecânicas...

A agricultura também tem os seus clássicos...

Miniaturização de um estilo tipicamente saloio...

A minha origem camponesa leva-me muitas vezes a parar, observar e conversar, com quem vive da terra e dos produtos que ela produz. Gostei de falar como Sr. Alcino da Silva Lourenço, de onde trouxe algumas espécies de feijão para ver se se adaptam na minha Beira Serra...

E reitero o que atrás disse, estas iniciativas, feiras, mostras, e festivais que promovam os produtos locais, e que dão a conhecer os produtos endógenos nunca são demais. Eu por exemplo, há quase quarenta anos a residir em Sintra, não conhecia nenhum produtor de mel de Sintra; fiquei a conhecer, e embora sendo muito diferente do mel da minha Serra do Açor, gostei, e voltarei a comprar.  

E o pão saloio é para apostar...
Parabéns aos organizadores e à autarquia local, a União de Freguesias de S. João das Lampas e Terrugem. Continuem! Força!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 20:38
link do post | comentar | favorito

.Eu

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.posts recentes

. Pão Saloio em S. João das...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.A ver

online

.Visitas

.últ. comentários

Pomares está de Parabéns e toda esta organização m...
Boa noite caro Manuel Santos! Muito obrigado pelo ...
Linda e maravilhosa a minha terra,parabéns a quem ...
Fantástico....fantástico....fantástico.Muitos para...
Meu bisavô nasceu emOliveira do Hospital não sei ...
Bonitas imagens, os pomarenses em particular, e os...
Parabéns ao Município de Oliveira por esta promoçã...
Mais um bom trabalho
Um verdadeiro Hino ao mais belo dos postais. Fantá...
Outra coisa não se esperava do amigo. Excelente re...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.