Sábado, 23 de Maio de 2009

Pterospartum Tridentatum

 

Sempre que passo por perto, subo ao Monte do Colcorinho. É um lugar que inexplicavelmente me atrai, quiçá porque no meu inconsciente algo me diz que lá estou mais perto dos deuses. O que é certo é que lá sinto-me bem. E isso, no fundo, é o que é importante.

 

Mas, não é para falar sobre o Monte do Colcorinho ou a sua capela, que já aqui foi falado e mostrado algumas vezes. Hoje vou-vos relatar em poucas palavras o que observei aí na Quinta-Feira, dia da Espiga:

- Subi, lentamente com o meu Patrol, que a estrada não convida a grandes correrias, e não vislumbrei nenhum automóvel. 

Pensei. Estou sozinho. Nisto, olho, e ao lado da capela vejo um homem, sexagenário talvez, que cuidadosamente cortava com um foição algumas carquejas floridas. Admirei-me de o ver ali e percebi que mais abaixo estava o seu transporte, uma velha motorizada.

Abordei o Sr. e perguntei-lhe para que servia a carqueja, respondeu-me que era para "chá", (infusão) e recomendado para constipações, e que era nesse dia da espiga que se apanhavam as plantas medicinais.

 

A carqueja, Pterospartum Tridentatum, é comum no norte de Portugal e as suas flores são apreciadas na preparação de infusões e na culinária (arroz de carqueja). É típica de matagais situados em terrenos ácidos.

 

Por tradição que se perde na noite dos tempos, era no dia da espiga que se colhiam as plantas medicinais e nada melhor para o fazer do que aquele sítio sagrado que é o Monte do Colcorinho

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 00:58
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De bcmantunes a 23 de Maio de 2009
Ora viva, caro conterrâneo, António Manuel,

Os meus cordiais cumprimentos.

Mais uma vez, não enjeitei a janela de Pomares, fui bafejado por esse odor, desta vez do alto da nossa serra do Açor, que inspirei suave e profundamente…

Certas coisas são como um arco-íris, sempre agradáveis.

Sim senhor, (…) Pterospartum, Tridentatum, = Carqueja.

As coisas que o “Rouxinol de Pomares” sabe…!

Pois, pois, pois, essa do «foição», conheço o palavrão = a foice, foicinha, é mais ou menos como aquela da «calhoada» = a pedrada com calhau. Quando fazem os dicionários não consultam a sabedoria popular das regiões…

Vou deixar-me de coisas pode alguém ficar emunado (amuado).

No nosso dia a dia nas grandes cidades não passa pela nossa cabeça proferir tal, tais, palavra(s).

Utilizamos outras como por ex., bué. Ai esta já pode ser adoptada…!

Há outras, que eu chamo da moda, que constam nos dicionários, que dão brilho frases menos conseguidas, mas que são utilizadas desadequadamente…

Depois deste palavreado ia um chazinho de carqueja, para prevenir a constipação, que o tempo está incerto…

Até à próxima.

Saudações, regionalistas.

Ab,
Belchior Madeira Antunes
De A. Madeira a 24 de Maio de 2009
A carqueja, tem muitas e boas aplicações.
O chá de carqueja é muito usado para baixar os níveis de colesterol. Já tomei, mas o meu problema é que não consigo privar-me do bom queijo da serra, da chouriça e outras coisas boas que ainda se vão produzindo na nossa região. E, já agora, a carqueja seca é o ideal para acender o lume nas noites longas de Inverno. É melhor que as pinhas, (digo eu).
Um bom dia para si e, para todos os leitores deste blog.

Comentar post

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.