Sábado, 29 de Agosto de 2009

Ainda Há Pastores!

 

Na minha terra ainda há pastores! Estas são ovelhas de raça bordaleira, típicas da Serra da Estrela que nos fica aqui tão perto. Pomares é uma aldeia rural com excelentes condições para a pastorícia, e não é a primeira vez, nem será a última, por certo, que falo sobre o rebanho do amigo António Marques que sempre foi pastor e proprietário de belas ovelhas. Nas redondezas, não são conhecidas ovelhas que se apresentem com tão bom aspecto. São animais bem tratados e cuidados e a imagem que vos mostro não deixa dúvidas. O amigo António Marques só pode estar de parabéns por ter assim estes simpáticos animais.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:48
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De bcmantunes a 30 de Agosto de 2009
Olá amigo António Manuel,
o meu cordial cumprimento.

O amigo António Marques, é uma pessoa que vive intensamente a vida que tem! Gosta das ovelhas e cuida delas da melhor maneira que sabe e não é pouco...
Desejo ao amigo António Marques, muita saúde, para poder continuar a cuidar do seu rebanho com a eminência que sempre cuidou.
O A. Marques, conhece destes animais como ninguém. Está à vista a atenção que lhes dedica, por isso todos os elogios serão poucos.
Não tenho encontrado o António Marques.
Há muitos anos deixou de fazer queijo, por razões que ele sabe e que eu também sei. É uma pena!... Aquele queijinho, com pãozinho bom, com uma daquelas pingas da Digueifel, feita de uvas colhidas bem maduras, que ele também sabe do que falo, maravilha!

Caríssimo António,
um abraço,
Belchior Madeira Antunes
De salmantina a 30 de Agosto de 2009
Ola..lindas ovelhas,nota-se o bom tratamento que teem,parabens ao dono

Adorei ler este blog,adorei as imagens da serra do açor,sò è pena que as vezes o perigo espreite(fogo).Ainda temos coisas bonitas no nosso portugal.

Conheço um pouco de arganil,nomeadamente a fraga da pena,pertenço tb ao distrito de coimbra,mas actualmente vivo em Espanha.

Continue a postar estas lindas fotos,eu vou continuar a passar plo seu cantinho, pra matar saudades do nosso país

Cumprimentos
De rouxinoldepomares a 30 de Agosto de 2009
Será sempre benvinda.
De Coolnoname2 a 30 de Agosto de 2009
Este blog é um blogue muito informativo , adoro lê-lo e saber o que se passa na terra dos meus familiares maternos. Essas ovelhas estão muito limpas e nota-se que estão muito bem tratadas! Dou os meus parabéns ao senhor António que ainda trata tão bem as ovelhas!
De O Serrano a 30 de Agosto de 2009
Assim até dá gosto olhar e fazer uma festinha nas ovelhas. Também acho que na zona não há rebanho assim limpinho.
De J.J.J a 30 de Agosto de 2009
Um Algarvio mais habituado ao mar, que anda há muito por esses sítios, e que já tem um amor a essa serra como também já fosse sua.
Vem dar-lhe os parabéns pelo excelente trabalho em prol da sua terra e só espera, para bem da freguesia que venha a ser eleito.
Muitas felicidades
De rouxinoldepomares a 30 de Agosto de 2009
Meu caro J.J.J., a nossa Serra do Açor possui muitos encantos! Obrigado pelas suas simpáticas palavras.
Os meus cumprimentos e um abraço para Armação de Pêra.
António Manuel Silva
De INDEVISO a 30 de Agosto de 2009

Obrigado Rouxinol por me dar a oportunidade de por este meio enviar um grande abraço ao António Marques,de quem eu sou muito amigo e ao mesmo tempo felicitar o dono do blog pelo belo trabalho que é digno de realce ao divulgar o de bom ainda por cá temos.
Aos dois Antónios desejo muita saúde para continuarem com a garra que demonstram,cada um com a sua tarefa.
Um grande abraço deste vosso amigo
De ANTONIO ASSUNÇÃO a 31 de Agosto de 2009
Bem sei que os tempos são outros, mas é pena não vermos mais rebanhos na serra, se os houvese os incendios tembem seriam muito menos.
António Assunção
De bcmantunes a 1 de Setembro de 2009
Viva caro Sr. António Assunção,
os meus cumprimentos.

Aí é que bate o ponto!...
Disse há uns anos o Arquitecto Ribeiro Teles umas quantas afirmações que nós já sabíamos mas que nunca é demais falar. Noutros tempos, não havia tractores; Havia animais para lavrar as terras, era preciso cortar mato para lhes fazer as camas. Não havia gás era necessário cortar lenha para cozinhar, etc. etc. etc. incluindo o apascentamento do gado que contribuia para que o mato não crescesse, pelo menos com tanta rapidez, e por aí fora, realidades que nós conhecemos.
Gostei que tenha dado a dica. Obrigado.
Belchior Mafeira Antunes

Comentar post

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Será que já ninguém sabe a diferença entre diâmetr...
Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.