Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Quem olha por isto?

 

Primeiro o local permaneceu um pouco ao abandono. Em jeito de "tudo se vai"...o mato reivindicou o seu espaço e os pinheiros foram crescendo em cima do muro. Depois aquele pinheiro teve uma "ignição". Confesso que há ignições e incêndios que eu tenho dificuldade em compreender...e o fogo acabou com o muro. O local era um ponto de referência na estrada de Avô e situa-se na parte que pertence a esta freguesia. Há tempo que permanece assim...

Quem olha por isto?

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 03:29
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De dita a 10 de Fevereiro de 2010
É uma pena este Cruzeiro estar ao abandono.
Seguramente que é por esquecimento, pois a JF de Avô tem por habito cuidar muito bem do seu património.
De Anónimo a 11 de Fevereiro de 2010
http://www.peticao.com.pt/arvores-de-sintra
De Toino da Machôa a 11 de Fevereiro de 2010
Boa noite sr. rouxinol e boa noite a todos os pomarenses. Pois é mesmo uma pena este cruzeiro que fica praticamente em frentre da minha Machôa. Até era o unico sitio onde os carros podiam dar a volta. As coisas vão caindo e há pouca vontade para arranjar. Bem por hoje é tudo que vou ver o telejornal e ver o folhetim que anda para aí.
Daqui da Machôa boa noite a todos
Toino da Machôa
De António Antunes a 12 de Fevereiro de 2010
Bom dia,

Fiquei a saber deste aluimento de terras no cruzeiro que fica a beira da estrada que liga as duas nossas Freguesia através do seu Blog, pois a muito tempo que não passo para Pomares.

Tenho a informa-lo que já dei conhecimento dessa situação ao Presidente da minha Freguesia, e o mais tardar Segunda-Feira dia 15 os trabalhos de limpeza serão efectuados.

Também queria dar-lhe os meus parabéns pela riqueza de informação que o seu Blog proporciona, está um excelente trabalho.

Há que continuar, parabéns.

Um abraço
Toninho
De rouxinoldepomares a 12 de Fevereiro de 2010
Olá Toninho. Congratulo-me por saber que o caso já está encaminhado e nas "mãos" certas.
A minha intenção é mesmo essa, de obter resultados positivos e para que nas coisas não se percam.
Assinalo a vossa prontidão. Parabéns para a vossa autarquia.
Aqui do primo um abraço.
António Manuel Silva
De Piodenses a 12 de Fevereiro de 2010
Parabéns, Caro Rouxinol
O felicito, porque são post como este, que ajudam a melhorar a nossa região.
E é sempre admirável saber que o seu blog é um elemento critico mas sempre com fins construtivos e não apenas um blog de mal dizer, como muitos afirmam.
Continuação de umas belas fotos e criticas.
Cumprimentos.
De Um atento de Avô a 15 de Fevereiro de 2010
Caro Rouxinol: Nao sei se ja reparou mas o nosso cruzeiro ja esta a ficar limpo. Nao sei se sabe mas aquele monumento nunca pertenceu à JF de Avô. Aquele pequeno espaço de terreno foi doado pelas senhoras Mesquitas de Avô à familia de um senhor que faleceu naquele local num dia de caça. Assim foi construido aquele cruzeiro em memoria ao caçador. A familia em agradecimento todos os anos em dia de reis mandava para as Senhoras Mesquitas um bolo rei. A familia vivia em Lisboa e tinha familia no Barril do Alva. Entretanto, depois quem ficou a tomar conta daquele espaço foi o Senhor Salvador da Costa de Avô que ia limpar e avivar a letras que estao no cruzeiro sempre que fosse necessario. Entretanto o Senhor Salvador da Costa faleceu e quem ficou a substituilo por ordem da familia que pertenciam aos Armazens do Chiado em Lisboa foi o Senhor Américo Afonso da Costa. Depois de muito tempo nunca mais ninguem deu noticias, foram falecendo e agora aquele espaço pertence à familia do Senhor Carlos dos Reis Gomes tambem este ja falecido.
Aqui fica um pouco de história no seu Blog.
Bem-haja e continue a colocar tudo o que vir de Avô.
De rouxinoldepomares a 15 de Fevereiro de 2010
Meu caro Avoense. Agradeço-lhe a informação que nos presta. Apenas sabia que o cruzeiro é em memória de um senhor natural do Barril de Alva. Desconhecia em absoluto que o terreno é particular e que os cuidados com o referido cruzeiro eram de responsabilidade particular. Mas à cautela o título fo meu postr também é " Quem olha por isto?".
Porque nasci em Pomares, porque tenho ascendência e familia em Avô e porque a vossa vila me é tão familiar quanto Pomares, e, sempre me lembro de ver aquele cruzeiro naquele local, e porque as pessoas vão morrrendo, mas as memórias ficam, a mim, particularmente não me choca, e aplaudo e saúdo a atitude da JF de Avô, que hoje, tal como prometeu já limpou o local. Agora só falta o resto, arrancar as raízes e erguer o muro caído dando ao local a dignidade que outrora tudo indica que já teve. Todos nós nos iriamos sentir orgulhosos por ver as nossas terras bem cuidadas. Estou em crer que a JF do Barril de Alva também seria capaz de dar uma ajuda, penso eu, e também porque não a de Pomares. É tudo uma questão do poder local e vizinho conversarem um pouquito.
Obrigado pela sua ajuda, uma boa noite para si e um abraço sincero para Avô.
António Manuel Silva

Comentar post

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Será que já ninguém sabe a diferença entre diâmetr...
Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.