Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Nª Srª das Preces

 

Longe vão os tempos em que se aguardava um ano para ir até ao Vale de Maceira no primeiro Domingo de Julho, à romaria da Nª Srª das Preces, a padroeira das Beiras. Ia-se em família, em grupos de cada terra, as mulheres carregavam o cesto com a merenda, os homens o velho palhinhas com o tinto de produção caseira, e os miúdos aguardavam ansiosos por uma guloseima e um brinquedo em madeira. Hoje, tudo está diferente, já não há brinquedos em madeira, há toalhas clubísticas, vuvuzelas e outras plastiquices irritantes made in china, apenas o local se mantêm com as centenárias árvores que nos observam geração após geração, pelo menos a nós, os mais teimosos que continuam ano após ano a ir até ao Vale de Maceira, à Nª Srª das Preces.  

 

 

Sem a multidão de outros tempos, a romaria ainda acolhe muitos romeiros em excursão, com especial incidência da Beira Baixa, Fundão, Covilhã, principalmente.

 

 

Um templo com belos frescos e uma talha irrepreensível, que vale a pena visitar sempre.

 

 

Neste dia de romaria, a afluência de pessoas a visitar o templo é sempre mais elevada.

 

 

A Missa campal sob um sol abrasador...

 

 

...e valeu a sombra dos velhos e enormes carvalhos. O sermão prolongou-se por mais de uma hora, exageradamente longo para o calor que se fazia sentir e bastante fundamentalista no tema, com a abordagem da existência do diabo, com retórica já em desuso e uma critica muito forte a quem não se vai confessar ao padre e comunga...na minha modesta opinião este tipo de sermão não atrai fieis, nem é uma mais valia para o bom trabalho que a igreja faz em termos sociais.

 

 

Longe ficaram os comes e bebes, lá ao cimo, e enquanto decorria a Missa campal a amesendação transbordava de gente sob os toldos de feira, e o cheiro a frango assado pairava no ar, numa mistura com farturas e outros pratos de comida leve, tipo dobrada, rancho, carne guisada, etc. e ainda bem que a ASAE não passou por aqui, é que ás vezes sabe bem esquecermo-nos de algumas regras, e quando a fome e sede aperta podemos recuar alguns séculos e comer como se estivéssemos na época do Robin dos Bosques, qual Errol Flynn... 

 

 

Até é "giro" comer em ambiente de feira... meter conversa com o "vizinho" de ocasião, beber um copo e comer uma dieta levezinha, tipo dobrada, ou rancho, em dia de sol abrasador, não é todos os dias...

 

 

E para quem raramente aparece, cá estou eu, vermelho que nem um tomate, não sei se do vinho, do comer, se do calor...com os amigos Nuno Carvalho, a São e o filho João Pedro. P'ró ano há mais...

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:44
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.