Sábado, 8 de Janeiro de 2011

Era uma vez uma Lixeira!...

 

Era uma vez uma Lixeira...que a Junta de Freguesia de Pomares (Arganil) mantinha aqui, e por artes do fogo e mestria de alguém, desapareceu a um custo sem concorrência!

Desapareceu, como desapareceu uma outra que havia na estrada da Barrôja, e coincidência ou não, também desapareceu depois de ter havido um  pequeno apontamento no Jornal de Arganil!

Deixo aqui algumas fotografias de material que ali nunca devia ter permanecido. Estas são talvez das ultimas fotografias da Lixeira que captei em meados de Outubro do ano que findou.

Qual será o sítio da próxima Lixeira? Responda quem souber!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:03
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Xico dos Loureirais a 8 de Janeiro de 2011
Bom dia oh pessoal.òs pois pencei cá pros mes butõess que tamem me dava um geitão de cunhecer os homenz ca assenderam o lume á coisa é queu com chuva e mais chuva na concigo assender os vimes ea as coisas prás ceimar nas calhadas e era pra eles mim cinarem ó me darem o nome do produto para se botar a arder é quisto mulhado nunca mais pega e um gaijo anda aqui qetempos. Se salembrarem da qui do Xico ficava-les agradecido e inda era home pra lhes pagar alguma coisa.
De comentador anónimo a 8 de Janeiro de 2011
Tem piada os que sabem tudo não saberem quem ateou o fogo, mas também não é preciso, as imagens e a história antiga falam por si e há sempre alguém que vê aquilo que os outros pensam que não viram. As paredes tem olhos e ouvidos.
De bcmantunes a 8 de Janeiro de 2011
Viva, meu caro amigo António Manuel Silva, cordiais cumprimentos.
Na verdade estas lixeiras recebem lixos bastante inflamáveis, mas, mesmo assim, não é com facilidade que se provocava a ignição nos lixos que lá existiam...
Continuo a pensar que os responsáveis pelas autarquias deveriam pedir ajuda às autoridades competentes (Judite), para que, mais uma vez, a culpa não morra solteira.
Será que ali há gato com o rabo de fora?
Pode ser que além da imagem do Sagrado Coração de Maria exista outra testemunha.
Pode ser que a pessoa que está a ser apontada como suspeita tenha algo de importante a divulgar… Quem sabe!
Isto é no mínimo estranho...
Não acredito que algum "maluco" fizesse tal serviço se não tivesse as costas quentes.
Quem fez uma, fez duas e fará três.
Apertem com eles.
Pensem Nisso!
Caríssimo, António Manuel Silva, até que a voz te doa, tudo de bom.
Um abraço,
Belchior Madeira Antunes
De Voz do Goulinho a 9 de Janeiro de 2011
Pois é, a Junta nada sabe, mas como essas coisas estavam de tal ordem mulhadas, com as chuvas que tem caido, algo lá foi espalhado, e em quantidade, para atiar tudo aquilo que lá estava amontuado, enfim lá diz o velho ditado GATO ESCONDIDO MAS COM O RABO DE FORA.

Comentar post

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.