Quarta-feira, 6 de Julho de 2011

Para onde vão os €os€oreis!!!

 

A propósito de hoje ter ouvido aos microfones da Radio Clube de Arganil a Dra Teresa Neves, Presidente da Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva, e também líder do Grupo de Danças e Cantares desta dinâmica aldeia da nossa freguesia, não podia deixar de publicar estas imagens, que registei em meados do mês passado. O tema é a nova Sede da Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva, cujas obras estão em curso. Se tivermos em linha de conta o momento actual de contenção que o país atravessa, não podemos deixar de admirar o esforço, o empenho e determinação de uma pequena aldeia, que vai fazendo obra colectiva e que se destaca pelo dinamismo, pela união e pela organização ,visivel em todos os eventos em que se "mete". É publico que me tornei amigo desta boa gente e sou um fã incondicional das festas de Soito da Ruiva, porque tenho aprendido com eles que só com união é possível alcançar o que pode parecer impossível. Soito da Ruiva é o paradigma de que a união faz a força. Eu diria que querer é poder!

A obra está a cargo do empreiteiro pomarense Luis Simões, que conta com bons colaboradores também pomarenses, cujos trabalhos, alguns complexos, podem ser avaliados pelas imagens.

O Soito da Ruiva está de parabéns e precisa de transformar muitos 250 kilos de farinha em coscoreis... 

 

 

Até eu subi lá acima para tirar umas fotos da impressionante estrutura em ferro preparada para receber o betão.

 

 

Um colaborador do Luís Simões e também pomarense Fernando Faustino em pleno trabalho.

 

 

De cá do alto...

 

 

A estrutura em ferro para receber o betão...

 

 

As futuras escadas...

 

 

A "floresta" de vigas amoviveis que suporta a estrutura...

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 22:55
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Glória Marques a 7 de Julho de 2011
Ora Bolas... Foste em dia trocado !!! Então o meu Tónio que se fartou de armar o ferro não aparece no Boneco??? Pois uma boa parte desta armação foi feita por ele. mas agora também digo... Se a SOC tivesse um terreno com meia dúzia de eólicas ai que bom seria ,não se mendigava tanto, mas vai-se devagarinho, mas também há-de ir. Para o Soito da Ruiva desejo as maiores felicidades e muita força para continuarem o seu percurso . Bom termino com um Abraço para todos.
De rouxinoldepomares a 7 de Julho de 2011
Olá Glória, bom dia! O teu António também lá andava, estavam a trabalhar e consequentemente espalhados, por isso não paraeceram todos no "boneco". Não faltarão oportunidades!
Ó Glória, tu sabes que em Pomares as coisas até podiam andar mais rápido se todos remassem para o mesmo lado: há gente que mandou os remos fora, gente que rema ao contrário e gente que está noutra...
O Soito da Ruiva quer queiramos quer não é um exemplo de iniciativa e de união e isso faz toda a diferença.
De rouxinoldepomares a 7 de Julho de 2011
Desculpem...onde escrevi: paraeceram, queria escrever apareceram...ainda é de manhã!!!
Tenham todos um bom dia!
António Manuel Silva
De Teresa Neves a 7 de Julho de 2011
Cara Sra. D. Glória!

Se quiser ver o seu marido a trabalhar nesta obra pode consultar as fotografias do site do Soito da Ruiva.
Quanto aos terrenos com eólicas... A obra mencionada neste post é da responsabilidade da Comissão de Melhoramentos do Soito da Ruiva e que eu saiba, como presidente da CMSR, ainda não foi colocada nenhuma eólica em terrenos da CMSR. As eólicas estão colocadas em terrenos baldios que, no caso do Soito da Ruiva, os contratos são geridos pela Comissão de Compartes do Soito da Ruiva. E já agora aproveito para elucidar a Sra. que, caso essa Comissão de Compartes esteja disposta a disponibilizar o valor do rendimento para esta obra e se a CMSR apenas contar com esse montante, a obra só estará concluída daqui a 25 anos. È uma questão de analise financeira que a Sra. deveria ter feito antes de se valer de qualquer comentário. Não é uma questão de mendigar é uma questão de trabalhar tal como faz a sua Sociedade de Melhoramentos de Pomares!

De Glória Marques a 7 de Julho de 2011
Senhora D. Teresa... Eu não fiz comentário algum sobre quem dirigia os rendimentos dados pelas eólicas , e nem tão pouco isso me interessa . Continuo escrevendo quem dera que a SOC tivesse rendimentos, deste género , daqui a 25 anos já será outra gente a tomar conta do cargo, mesmo que eu ainda conste na lista de Sócia já não tenho capacidade para gerir o Comando, por isso vou fazer com que esta Direcção, não desista do grande sonho. E quanto ao meu Marido foi um aparte para o Rouxinol, pela confiança que tenho com ele e como primos, que somos, leva-me a brincar um pouco, porque eu vejo o meu Marido todos os dias ao vivo. Termino por aqui. Um abraço.
De tania canas a 7 de Julho de 2011
Caro Rouxinol, é de louvar estas iniciativas e o trabalho colectivo para o desenvolvimento das aldeias. A situação do país não é nada boa, mas infelizmente as aldeias do interior do país, também nunca foram prioridades nem alvos de benefícios por parte do estado, por isso esta desertificação. Mas ainda existem pessoas e colectividades com grande atitude e defesa do seu património cultural e social. Parabéns ao Soito da Ruiva, espero que sejam exemplo para outras aldeias que necessitam desta dinâmica!
Um aparte construtivo, espero que não passe a fiscalização na obra...pois as questões de segurança no trabalho não estão correctamente asseguradas.
De Teresa Neves a 7 de Julho de 2011
E eu espero que a obra vá em frente e que chegue ao fim sem nenhum percalço, este sim é um aparte construtivo.

De Tania Canas a 7 de Julho de 2011
Srª Teresa, acho que não ofendi ninguem com o meu aparte construtivo, mas são ossos do oficio quando se trabalha directa e indirectamente na construção civil, desde há alguns anos, é normal que qd olhemos para uma obra além das qualidades e beneficios acabamos por ver outras questões.
Mas concordo com o voto "que a obra vá em frente e que chegue ao fim sem nenhum precalço".
Bom trabalho para esses homens...
De bcmantunes a 7 de Julho de 2011
Viva, meu caro amigo António Manuel Silva.
Deixem-nos trabalhar...
Valorizar, o que é valorizável, sempre!
Se matamos o porco com uma faca é porque, coitadinho do animal... Se o matamos com um tiro... Crueldade! Comemos o porco vivo ou morto?
(...) A saúde não tem preço... Ou falta dela!
Também eu aconselho o uso de capacete na prática do ciclismo. Muitas vezes falho e tenho algumas consequências.
Pensem Nisso!
Força Soito da Ruiva!
Enquanto não chegam os coscorões do Soito da Ruiva vão no dia 29,30 e 31 deste mês, à Foz da Moura porque os haverá lá.
Caríssimo, António Manuel, boa continuação em todos os aspectos.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes
De rouxinoldepomares a 7 de Julho de 2011
Olha o que um simples e ingénuo post pode provocar…
Eu que conheço o que de melhor há e se vai fazendo na nossa freguesia, permito-me dizer o seguinte:
Não há nada melhor do que todos se sentarem a uma mesa e acertarem o futuro do regionalismo na nossa freguesia! Eu tenho um sonho, o sonho de que a freguesia de Pomares seja uma referência do alto concelho de Arganil e das redondezas…e sei que isso é possível!
Indiscutivelmente, o Soito da Ruiva dá cartas na iniciativa regionalista da nossa freguesia. Digo isto de uma forma isenta, assim como também tenho dito e escrito que só o Sobral Gordo se lhe compara. Não escrevo isto de uma forma discriminatória para com as outras aldeias da nossa freguesia de que tanto gosto, mas esta é a verdade e aquilo que espero é que todas arranjem forma de participar, de criar iniciativas capazes de gerar uma onda regionalista capaz de alavancar a nossa freguesia a um patamar que não pisamos desde os anos 50/60/70, um período áureo das nossas Comissões de Melhoramentos. Se as Comissões de Melhoramentos tiveram um papel importante nesses anos, o Soito da Ruiva vem provar que neste século ainda podem fazer a diferença pela positiva. Por isso é que eu digo que admiro o Soito da Ruiva.
E, como disse acima que conheço a nossa freguesia, permite-me também dizer que Pomares está pobre de iniciativas, mas mais pobre seria se não fosse o esforço da Glória. Ela não levará a mal que eu aqui fale dela, aliás é uma figura que ocupa um cargo na direcção da Sociedade de Melhoramentos de Pomares, e por isso mesmo está exposta a comentários por vezes injustos, mas quem conhece a Glória sabe que Pomares estaria mais pobre se não fosse o esforço dela. A Glória diz o que pensa e o que lhe vai na alma, nem todos temos a mesma forma de estar, se é defeito ou não, não sei. e não me cabe a mim julgar, mas posso testemunhar que também já tive a oportunidade de ver que é capaz de pedir desculpa se errou, e isso só é próprio de uma pessoa de bom carácter. Quer queiramos quer não a Glória é uma pessoa importante para Pomares, e a sua dedicação sobrepõe-se a todo o resto. O que o movimento regionalista da freguesia de Pomares tem é que se sentar a uma mesa e acertar esforços conjuntos para que Pomares seja uma referência.
Apenas e para terminar, não quero que as minha palavras sejam interpretadas como moralizadoras, mas é tão só a minha opinião como observador privilegiado do que de melhor se faz pela freguesia de Pomares.
Um abraço ao Soito da Ruiva e a todos os pomarenses.
António Manuel Silva
De bcmantunes a 7 de Julho de 2011
Nem sempre o que é parece! Dito ao contrário, claro!
Embora tenhas um sonho e concordar com o que dizes, relativamente à unidade que deve existir na Freguesia de Pomares, Arganil, talvez um dia... Parece-me estar latente um certo bairrismo exagerado, que, talvez o adjectivo não seja o mais adequado, mas eu prefiro-o.
Deus queira que a breve trecho se acabe com o virar de costas e deixar as palavras por dizer quando devem ser ditar a bem do esclarecimento saudável. Ficando tudo em bem entre gente civilizada.
Um por todos e todos por um. Tem de ser encontrado um indivíduo que seja capaz de dinamizar este espírito na Freguesia de Pomares, Arganil.
Entretanto:
http://terras-e-gentes.blogs.sapo.pt/21520.html
Caríssimo, António Manuel, desejo tudo de bom.
Grande abraço,
Belchior Madeira Antunes
De Glória Marques a 8 de Julho de 2011
Bom dia: Começo por agradecer o reconhecimento que tens pela pessoa que sou...Por Pomares nunca fiz nada de mais, apenas nasci com um dom... Que é Amor à minha terra, aceito que não sou perfeita em todo o meu feitio, mas quando sou criticada com criticas construtivas , aceito tudo da melhor maneira, agora quando são desconstrutivas ...Pelo amor de Deus... mas alguém me disse um dia... A CÃO MORTO NINGUÉM DÁ PONTAPÉ... E NINGUÉM AMANDA PEDRAS A ARVORES SEM FRUTO...Quanto ao pedido de desculpa !!! eu não sou nenhuma supere mulher, e quando menos espero erro como qualquer outro ser humano, mas depois de cair na realidade e ter visto que errei, sim vou de cabeça levantada pedir as minhas desculpas, mas também penso ... Só não erra quem nada faz... Tenho a dizer : Deus pôs no meu caminho um bom Marido, que me dá força e me ajuda nos momentos mais dificeis: Como tesoureira da Direcção da SOC de MELHORAMENTOS DE POMARES, Só tenho a dizer... Faço parte de uma equipe maravilhosa, quando penso em fazer um evento, peço uma reunião e todos dizem sim senhor vamos a isto, todos vamos fazendo o melhor que se pode para que Pomares não caia no esquecimento total. O próximo Evento é ja nos dias 16/17 de julho bem que podias ir com nosco ainda temos lugares, anda faz um sacrifício. Pela SOC. Bom isto já vai longo, despeço-me com um abraço e uma boa viagem até Fátima mas pensa no Alqueva. XAU BEIHINHOS:)))
De Teresa Neves a 8 de Julho de 2011
Caro amigo António Silva!
Concordo em pleno e a 100% com tudo o que diz neste seu comentário, tanto em relação à D. Glória como à necessidade de se “provocar uma onda regionalista” na nossa freguesia. Na minha humildade, sinto que o Soito da Ruiva tem provas dadas de regionalismo e não de bairrismo… Apesar de alguns os confundirem são“coisas” bem diferentes.
No entanto não posso deixar de lhe dizer que, este seu comentário, se distância do assunto que provocou a "troca de palavras", talvez menos própria, dos restantes. As aldeias da freguesia de Pomares não podem ter uma acção passiva aos comentários que permanentemente ficam sujeitas sobre os rendimentos das eólicas. Estes comentários deixam transparecer que as aldeias, com Comissões de Compares organizadas e contempladas com rendimento das eólicas, estão agora “deitadas à sombra da bananeira vivendo dos rendimentos do vento”… quando na realidade, o que daí provém são uns míseros euros comparativamente com a nossa actividade e com o que nos “esfolamos” a trabalhar para conseguir alcançar os nossos objectivos.
Não é a primeira vez que este tipo de comentários surge e confesso que nos ofende pelas razões já mencionadas e por isso continuarei a reagir a eles.
Um abraço e até Domingo

De António José a 8 de Julho de 2011
Olá muito boa tarde,Amigo António Silva.
Após ter 'gozado umas vacançes' vim aqui até a sua janela, para matar saudades, e estou vendo
que ''está de chuva !! '' E com o vento quente remoinhado, é raro não dar trovões! Nestas alturas,
o meu Padrinho até mandava cantar o Bendito-Louvado!
Amigo António, vou ao Forno ''ver'' dum tal cabrito medalhado e pode ser que 'entremendes' o
tempo alevante.
Um abraço com muita saúde do António José

Comentar post

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. VII Capítulo da Confraria...

. Em Fátima a 13 de Maio

. Mostra de Ensino Profissi...

. A Tailândia na ARPIMS de ...

. Sra Ministra da Saúde em ...

. 2º Grande Prémio de Atlet...

. Festa Socialista em Aveir...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Comprei esta variedade nos Viveiros Valter.
Não deve ser fácil encontrar uma videira desta cas...
Ando à procura de um par de pés desta casta, mas n...
Também tenho uma de quando andava na v
Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.