Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Almoço de Aniversário da C.M.Soito da Ruiva

Almoço 61 Aniversário  CMSR (001)

Mais uma vez a comunidade do Soito da Ruiva, que vive na sua maioria na Margem Sul, comemorou o seu 61º Aniversário da sua Comissão de Melhoramentos com um almoço na Messe de sargentos e oficiais da Base Naval de Lisboa, no Alfeite. Para quem não está familiarizado com o trabalho desenvolvido pelas Comissões de Melhoramentos, nem com o que representam, direi apenas que este movimento é o principal responsável pelo desenvolvimento das pequenas aldeias, muitas delas alcandoradas nas abruptas vertentes da Serra do Açor, e que desde os anos 40 do século passado lutam ainda para que o efeito do despovoamento não seja o fim e o abandono de terras onde muitos viram pela primeira vez a luz do dia. A Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva criou as condições para que, nos últimos anos, seja uma referência no panorama do movimento regionalista na freguesia e na região, onde o movimento nasceu com a criação da Sociedade de Melhoramentos da Freguesia de Pomares, a associação de desenvolvimento regional mais velha do nosso país, porque este movimento é único, especialmente activo nos concelhos de Arganil, Góis e Pampilhosa da Serra, e é ainda hoje o principal responsável por tudo o que acontece de bom nas aldeias de origem. E porque essas aldeias estão no coração dos descendentes dos fundadores destes movimentos, e porque as origens são a referência destas gentes serranas, que, integrados e estimados nas comunidades litorais onde residem, participam, trabalham e granjeiam muitos amigos e admiradores é pelo amor que têm ao seu torrão natal que aqui comemoram e festejam o seu aniversário. E como todos os aniversários se comemoram com o tradicional bolo, assim começo este post...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (002)

E como não há aniversário sem almoço, cá estamos todos sentados ao lado daqueles que se entregam de alma e coração às suas origens.

Almoço 61 Aniversário  CMSR (002a)

Mas antes de almoço, numa cortesia já habitual da Marinha Portuguesa, houve a visita a um navio. É sempre fantástico ver um navio de guerra, e neste caso foi a vez de visitarmos o NRP Corte-Real, uma fragata moderna, cuja guarnição nos guiou nesta visita, e em que pude comprovar mais uma vez que os nossos marinheiros são simpáticos, afáveis, de uma competência e postura que nos orgulha como portugueses. Se fosse mais novo, até tinha a vontade de ser voluntário na Marinha Portuguesa...e como filho de militar e português, não posso deixar de ter orgulho nas nossas forças armadas, que tanto nos têm dado.

 

Almoço 61 Aniversário  CMSR (002b)

Ora, vamos lá à visita, e comecemos pela imponência dos navios e do cais de amarração.

Almoço 61 Aniversário  CMSR (003)

Em dois grupos...este é um deles...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (004)

O espaço a bordo é calculado de acordo com a função do navio, e como devem calcular não é um navio de cruzeiro onde o espaço abunda. Os corredores são estreitos a as escadarias íngremes...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (005)

Na ponte de comando, onde existe uma parafernália de instrumentos e botões, o leme, o piloto automático, os monitores de radar, os gps, comunicações e tudo para comandar e levar a bom porto esta Fragata da classe Vasco da Gama, e que tem cerca de 116 metros.

Almoço 61 Aniversário  CMSR (006)

Cá do alto, da ponte de comando, a vista condizente...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (007)

Aqui, junto ao sistema de defesa anti-missil (CIWS Vulcan-Phalanx).
Mas um navio da categoria da Fragata Corte Real, está equipado com dois motores diesel e duas turbinas a gás que o propulsionam a 20 e a 32 nós. Tem ainda radares de curto e médio alcance, radar de controlo de tiro, radar de vigilância de longo alcance, sistema de guerra electrónica e sonares, além de peças de artilharia de 100 mm e 20 mm, dos mísseis Sparrow e harpoon e os respectivos torpedos que equipam um navio de guerra, e ainda dois helicópteros Lynx.

Almoço 61 Aniversário  CMSR (008)

Mas aqui, onde se pode desenvolver bastante actividade de defesa e ataque, também pode ser um belo local para se poder tirar uma bela fotografia...porque em período de paz tudo é possível!!!

Almoço 61 Aniversário  CMSR (009)

Um navio de guerra é de facto complexo e imponente.

Almoço 61 Aniversário  CMSR (010)

É um privilégio podermos visitar, só para nós, estas maravilhas flutuantes...
Saúdo o Comandante, o seu corpo de oficiais, sargentos e praças, e deixo-lhe aqui um agradecimento pela forma como fomos recebidos, desejando-lhe as maiores felicidades para si e para a sua tripulação nas missões que lhe forem atribuídas. Que tenham sempre um porto seguro!!!

Almoço 61 Aniversário  CMSR (011)

Terminada a visita, o rumo é o almoço, logo ali, bem perto, na messe dos sargentos e oficiais do Alfeite.  

Almoço 61 Aniversário  CMSR (012)

Então vamos lá ao almoço, que a sala já está cheia...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (013)

Antes da amesendação, (ai como eu gosto desta palavra!!!). E para quem não esteve lá, delicie-se com as imagens...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (014)

Mas não julguem que foi só manducar! Também houve o momento dedicado à poesia e a nossa Serra, e o Soito da Ruiva foi a inspiração...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (015)

E os doces? E as frutas?
Para quem não pôde comer, fique com as imagens...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (016)

Almoço 61 Aniversário  CMSR (017)

Almoço 61 Aniversário  CMSR (018)

Almoço 61 Aniversário  CMSR (019)

Gostam?

Almoço 61 Aniversário  CMSR (020)

Poucos resistem a uma foto colorida!

Almoço 61 Aniversário  CMSR (021)

Tempo para se falar das nossas terras...e pôr a conversa em dia...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (024)

Tempo da música...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (025)

Tempo da dança...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (023)

Tempo da foto de grupo, de gente bonita e amiga...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (026)

Tempo de sorteio...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (022)

Tempo de trabalho na banca...porque é preciso fazer pela vida da Comissão...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (027)

E chegou o bolo... e os parabéns ao Soito da Ruiva...

Almoço 61 Aniversário  CMSR (028)

E o bolo sempre excelente...

Agora vamos lá ao vídeo que as imagens também têm som...

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 22:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Outubro de 2011

58º Aniversário da C. M. Soito da Ruiva

 

Não será necessário afirmar novamente que o Soito da Ruiva nos surpreende em qualquer lado! Quem tem minimamente acompanhado o percurso destes últimos anos da C. M. de Soito da Ruiva e do Grupo de Danças e Cantares, há muito se apercebeu que se trata de gente decidida, com muita iniciativa e imaginação, que tem granjeado a admiração de todos os que os conhecem, e são também o paradigma de que a união faz a força, e tal como as pessoas as aldeias não se medem aos palmos, a melhor forma que encontrei de os adjectivar é copiando o grito do amigo soitodaruivense António Neves e dizer...são um espectáculo.

Este será o post que mais fotografias conterá, porque é impossível não mostrar o que vi.

Domingo, o dia começou pelas 10h30 com a visita ao NRP Sagres ( Navio Escola Sagres), fundeado no Alfeite, e que é um dos mais belos veleiros das Marinhas de Guerra. O navio foi construído na Alemanha no ano de 1937 e é desde 1962 o nosso navio Sagres, um embaixador de Portugal por essse Mundo fora.

O melhor mesmo é ver as fotos que se seguem:

 

 

 

A figura de proa do NRP Sagres é a efígie do Infante D. Henrique, o grande impulsionador da Expansão e dos Descobrimentos Portugueses, como não poderia deixar de ser. Sem a influência dos portugueses e do Infante D. Henrique, o Mundo não seria como é hoje. O legado português ainda está em cada canto do mundo.

 

 

 

Aqui se conduz o navio...o leme...

 

 

A entrada no navio para a visita...e a Barrôja, presente.

 

 

E mais gente ainda a entrar...

 

 

O amigo "Mike Tango" a entrar no navio, ajudado pelo Carlos Grácio.

 

 

A concentração no navio...

 

 

Teresa Neves do Soito da Ruiva, dá as boas vindas, e encaminha as pessoas para os marinheiros que nos irão acompanhar.

 

 

A divisão em grupos para a visita guiada e com as respectivas explicações...

 

 

Segundo ouvi...quem toca sem dever, "paga" uma rodada ao pessoal de serviço...a vida de marinheiro tem regras complicadas...

 

 

Um grupo ouvindo as explicações do pessoal de serviço ao navio...

Seguem-se as imagens da visita. Ora vejam:

 

 

 

 

 

 

O amigo Carlos Borges a apreciar uma peça de artilharia de bordo...a estibordo...

 

 

É sempre bonito uma foto a segurar o leme...

 

 

 

 

Como não podia deixar de ser...uma pequena estátua do Infante D. Henrique, O Navegador...

 

 

António Simões, também marinheiro de profissão, ligado aos helicópteros da Marinha, com o amigo Mike Tango, e ainda, cortado, pode ver-se o amigo Niz.

 

 

"Mike Tango" é presenteado com literatura sobre o navio pelo oficial de serviço.

 

 

Esta é a "mãozinha", salvo seja, do amigo António Simões, que teve a sorte de lhe caber um pin da Sagres...sortudo!!!

 

 

 

Quando se olha para a complexidade de um navio destes, apercebemo-nos também da exactidão e da beleza que nos rodeia...

 

 

E...no percurso a pé para o almoço, sim, porque comemoração que se preze tem sempre amesendação, ou não fossemos nós Beirões, podiam ver-se muitos navios de guerra fundeados, e um deles ali mesmo, o tal submarino sobre o qual já se escreveram muitas linhas em todos os tablóides da nossa praça, incluindo obviamente a blogosféra deste pequeno rectângulo que é Portugal.

 

 

A caminho do almoço depois da visita á Sagres, António Neves acompanha António Lopes Machado director d' A Comarca de Arganil e conhecido regionalista do nosso concelho de Arganil.

 

 

Chegados à Messe, numa das salas contíguas, lá estava como sempre a habitual bancada do Soito da Ruiva, recheada dos produtos genuínos da nossa Serra do Açor. O queijo, a broa, os coscoreis, o mel, os doces e os licores já famosos da nossa terra. É sempre um sucesso!

 

 

A preparação das "entradas" para devida "estabilização" do nosso sistema digestivo...

 

 

Pasteis...chouricinho assado...salada de orelha de porco...mais saladas, e outras, e mais outras iguarias...

 

 

A grande amesendação é depois destas colunas...aqui deste lado, esperam-nos as frutas em formas arquitectónicas artisticamente elaboradas...

 

 

E chegou o momento da amesendação para 168 amigos do Soito da Ruiva.

 

 

Um aspecto da sala.

 

 

Outra perspectiva...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acabado o almoço seguiram-se as sobremesas...que até deu pena desmanchar...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acabado o primeiro "assalto" à fruta... há que fotografar aqui e ali alguns amigos...e que me desculpem aqueles que não publico por aqui, mas um post com uma centena de fotos é um post gigantesco...digo-vos!

 

 

José Inverno e esposa, de Riachos.

 

 

Teresa e António José, de Riachos.

 

 

António Neves, Soito da Ruiva.

 

 

José Niz, Soito da Ruiva, um avô todo vaidoso...

 

 

Odete Francisco, Líder do Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo, esteve presente...

 

 

D. Júlia e D. Eduarda.

 

 

E a nossa aldeia de Espinho, também esteve presente!

 

 

Anita Neves e Natália, Soito da Ruiva.

 

 

Mike Tango e Fernanda Grácio.

 

 

E obviamente que nestas ocasiões há sempre um espaço para o discurso, que se quer o mais informal possível, e sendo assim, aqui está a equipa da Direcção da Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva.

 

 

Sr. Carlos Manuel, Presidente da Casa da Comarca de Arganil.

 

 

E também houve prendinhas...uma bela travessa com motivos dos bordados dos lenços dos namorados, vinda do Minho e oferecida pelo Grupo Comtradições á C.M. de Soito da Ruiva.

 

 

António Lopes Machado, como Director d' A Comarca de Arganil, toma apontamentos...

 

 

E houve também umas rifinhas para sortear um casal de serranos, típicos bonecos do Soito da Ruiva, que foram "cair" nas mãos de amigos de Santa Iria de Azoia.

 

 

E...cada vez mais me vou sentindo substituído nestas coisas da imagem digital...

 

 

E chegou a hora da animação com os Comtradições...que aqui está com a participação de alguns elementos do Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva.

 

 

Os Comtradições que animaram também o improvisado bailarico. Onde quer que haja festa do Soito da Ruiva há sempre bailarico, porque as tristezas não fazem parte do vocabulário desta gente...

 

 

 

Comtradições, que tiveram a colaboração do Presidente da Junta de Freguesia da Cova da Piedade, Dr. Ricardo Louçã, um amigo de Soito da Ruiva como fez questão de frisar.

 

 

Liliana, uma bonita voz e uma excelente interpretação, como sempre...

 

 

 

 

 

E...enquanto se ouvia boa musica, alguns conversavam...Odete Francisco à conversa com Mike Tango...

 

 

Teresa Neves à conversa com António Lopes Machado.

 

 

E chegou o momento da dança, e é caso para dizer...até a Marinha dançou!...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E festa de aniversário tem que ter bolo...

Acabada a dança, cantaram-se os parabéns, comeu-se o bolo e a festa estava também a terminar...

 

 

Tudo a preceito e bem confeccionado com o rigor da Messe da Marinha...

 

 

E porque o Luis Castanheira é o Tesoureiro da C.M. Soito da Ruiva e de profissão marinheiro...joga em casa...preparando-se para cortar o bolo...e...

 

 

e...porque joga em casa...pode ter surpresas...

 

 

Parabéns para esta magnifica equipa que nos recebeu de forma irrepreensível.

 

 

E porque no Soito da Ruiva é só amor, aqui fica esta imagem para que não haja dúvidas...ou será para o Facebook?

Até ao próximo evento...até lá um grande abraço para o Soito da Ruiva e para todos aqueles que nos proporcionam estes belos dias de convívio e amizade.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 17 de Outubro de 2010

Soito da Ruiva (Almoço de Aniversário)

 

O Soito da Ruiva surpreende-nos em qualquer lado!

Se no verão nos surpreendeu na aldeia de origem com a festa árabe e a dança do ventre, hoje surpreende-nos com um super-almoço, junto ao Tejo, em Almada, onde muitos filhos de Soito da Ruiva labutam no dia a dia.

Decorreu hoje o  almoço de confraternização das gentes de Soito da Ruiva, para comemorar o 57º aniversário da Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva que juntou cerca de 165 pessoas na Base Naval do Alfeite, onde o almoço foi servido.  

 

 

A mesa prometia...

 

 

O dia começou às 10 horas com a visita aos NRP Alvares Cabral e Corte Real, fundeados na Base Naval do Alfeite. É sempre agradável ver um navio de guerra, a sua complexidade, organização, e é de realçar a correcção e amabilidade com que fomos recebidos pela Marinha Portuguesa, cuja guarnição deixou patente a sua competência e brio. Sempre tive boa impressão das nossas Forças Armadas e da marinha em particular. Gostei.

 

 

Dentro de um dos navios a assistir a uma previa explicação, antes do grupo se dividir em grupos mais pequenos para facilitar a visita.

 

 

Os navios NRP Alvares Cabral e NRP Corte Real lado a lado.

 

 

Dos navios podia observar-se logo ali o famoso submarino.

 

 

Acabada a visita aos navios, há que angariar fundos, tão necessários ao desenvolvimento das nossas aldeias e como já nos habituou, o Soito da Ruiva tinha uma banca com produtos e iguarias genuinamente caseiras, e ao "leme" da banca lá estava a Adelina Niz, hoje sem a ajuda da Ana Maria Neves que se encontra internada nos HUC. Rápidas melhoras porque sentimos a sua falta! E a do Sr. António, seu marido, também! 

 

 

 

Vejam só...as filhoses desapareceram todas...

 

 

Chegada a hora da amesendação, não fui só eu de máquina ao alto para captar momentos. Teresa Neves, a líder da CM de Soito da Ruiva, capta imagens, porque além dos muitos afazeres e do trabalho que um evento destes traz, é preciso alimentar sites e blogs e divulgar a nossa terra.

 

 

 

Umas entradas para começar...

 

 

E depois veio a amesendação. Excelente por sinal...com vinho como deve ser...

 

 

Sala cheia...

 

 

Não tenho visto em muitos lados a sobremesa ser assim apresentada. Esta forma artística de servir a fruta é típico de hotelaria de muitas estrelas, ou em casamentos servidos por profissionais exigentes. Vejam só as fotos, sem comentários, porque os olhos também comem...

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostei de todas as apresentações, mas esta que representa o Navio Escola Sagres, chamou-me a atenção particularmente. Espectáculo!

 

 

Foi um almoço com muitos amigos que o Soito da Ruiva granjeou. Na foto, elementos do Grupo ComTradições que nos viria a deliciar com a sua excelente música e vozes.

 

 

Presentes muitos amigos da Freguesia de Pomares. Na foto, a Odete Francisco, líder do Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo. Ao lado, a minha mulher dando-me uma ajudinha nas imagens.

 

 

Victor, da Barrôja.

 

 

 

De Pomares, o Dr Manuel Campos Mendes, a esposa D. Clotilde e o neto, não deixaram de estar presentes.

 

 

O Grupo Comtradições a brindar-nos com as suas excelentes interpretações.

 

 

Comtradições em parceria com alguns elementos do Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva.

 

 

Teresa Neves acompanhada pelo grupo Comtradições.

 

 

O Grupo Comtradições tem vozes de excelência...

Deixo aqui uma sugestão para as festas das nossas vilas e aldeias. Convidem este Grupo.

 

 

No fim cortou-se o bolo e cantaram-se os parabéns ao Soito da Ruiva...

 

 

Comeu-se e dançou-se...e nem os marinheiros e marinheiras escaparam ao ímpeto festivo e dançante dos Soitodaruivenses. Vai lá vai!!!

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Almoço de Aniversário da ...

. 58º Aniversário da C. M. ...

. Soito da Ruiva (Almoço de...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.