Terça-feira, 24 de Junho de 2014

Sociedade de Melhoramentos de Pomares - Convívio de S. João

 

Haveria muito para falar sobre a iniciativa da Sociedade de Melhoramentos de Pomares no mês de Junho, a que se convencionou chamar "Convívio de S. João. Haveria, mas o melhor ficará por dizer...

Falta falar no sábado, o dia da sardinhada, porque não há "santos populares" sem sardinhas, broa e vinho, e isso não faltou em Pomares. Há muitos anos atrás, ouvi a uma conhecida actriz, que só se gosta de sardinhas e de fado depois dos trinta anos. Na altura até achei piada, e fiquei a pensar se seria mesmo assim. Passados alguns anos já lhe dava razão, e hoje tenho absoluta certeza que assim é. Mas, e há sempre um mas, a ausência de muitos pomarenses numa festa de convívio feita por pomarenes para pomarenses, onde a sardinha, a broa e até o vinho eram gratuitos, levará inevitavelmente a aquilatar futuramente da oportunidade de se continuar com iniciativas nos moldes actuais. Sabemos onde está o problema, mas não percebemos muita da quietude de muitos que não se apercebem que estamos a perder oportunidades, até de comer uma sardinha...

Sabemos que o "pavilhão" é enorme para a população residente, sabemos que mesmo com 70 ou 80 pessoas, parece vazio, é o que temos, e aqueles que aqui vieram dar um pézinho de dança provaram que há mais vida para além de outras esquinas...

 

 

Para haver festas é preciso dinheiro, porque ele não vem dos cofres do estado nem a Sociedade de Melhoramentos tem rendimentos para além da quotização dos associados, e não fosse a dedicação, o empenho e a abnegação dos seus dirigentes, não teriam havido as festas, nem as obras que a instituição tem feito para os pomarenses.

 

 

A tarde de sábado e a sardinhada, apesar da chuva forte que caiu, foi animada pelo Grupo de Concertinas Raízes da Beira.

 

 

Jovens, bem dispostos e com muita agilidade.

 

 

Apesar do palco do "pavilhão" ainda pr€cisar de muitas ajudas, serviu às mil maravilhas para este divertido Grupo do vizinho concelho de Oliveira do Hospital.

 

 

Á noite, para nos por a dançar e vindos de Arganil, os "Piratas do Açor".

 

 

Animaram a malta e puseram tudo a "mexer". Era esse o objectivo, que foi inteiramente cumprido.

 

 

Espaço para dançar foi coisa que não faltou...

 

 

Outros preferem umas "jolas"...

 

 

Outros assistem...

 

 

Outros conversam...

 

 

Falemos também no domingo, que para além da caminhada, uma bela caminhada, houve almoço, com gente linda, como podem ver...

 

 

A melhor coisa que podemos ter são os amigos. Estes amigos são especiais, porque vêm da Covilhã até Pomares de bicicleta dar-nos um abraço. Já não é a primeira vez, e não será a ultima.

 

 

É com muita honra que recebemos o Pelotão Cavaca.

 

 

É com pena que os vemos abalar, mas sabemos que um dia destes voltam para visitar Pomares e isso é o que importa, ter amigos assim!

 

Vale sempre a pena trabalhar pela nossa terra, porque um dia a história escrever-se-á!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 27 de Junho de 2013

Imagens do Convívio de S. João em Pomares

 

Sei que tenho andado "desfazado" no timing que era habitual no meu Blog. Sei também que pode parecer que estou a perder a "pedalada", mas sosseguem os meus amigos e leitores que é apenas excesso de afazeres que me têm impedido de estar em "dia". A motivação e a força é a mesma, diria até que a motivação está mais viva do que nunca, e um dia destes, isto estará tudo em ordem!

Feita a declaração de "intenção" quero partilhar convosco algumas imagens do Convívio de S. João, uma iniciativa da Sociedade de Melhoramentos, agora com uma Direcção renovada, que se propôe a novos desafios, a construir a unidade de todos os pomarenses e a congregar esforços para construirmos um futuro juntos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tuna Cantares de Avô - Oliveira do Hospital

 

 

A Glória a angariar alguns "trocos". Pequenos gestos que fazem a dierença, e a obra vai -se vendo!

 

 

De Pomares, a arte de Patchwork...

 

 

De Friúmes, Carregal, Penacova, veio a arte do linho. Desde a semente até ao alvo pano! Aqui a D. Aldina, com ligação a Pomares por casamento com um pomarense.

 

 

Prata da casa.

 

 

Mariana Pereira

 

 

Fernando Pereira, Real Companhia, e Ana Laíns com Armando Marques.

 

 

A arte dos canastreiros, tão familiar na nossa freguesia.

 

 

Com Ana Laíns.

 

 

Dr. Miguel Ventura. De manhã na inauguração das novas instalações de apoio ao Parque Desportivo de Pomares, e à noite para ver os Real Companhia.

 

 

Vindo da Grande Lisboa e com origem na nossa freguesia, o Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo.

 

 

 

 

 

 

 

E não posso ficar insensivel ao carinho com que o Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo me dedica uma dança e cantiga com o título " O Melro", reconhecendo o meu trabalho na divulgação do grupo e da freguesia de Pomares. Obrigado amigos e familiares, porque as minhas raízes são as vossas, e sinto muito orgulho nisso. Abraço para todos. Até um dia destes.

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sociedade de Melhoramento...

. Imagens do Convívio de S...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.