Quinta-feira, 19 de Março de 2015

Dia do Pai

Dia do Pai 2015

Não posso deixar passar este dia sem o assinalar.
A fotografia não estará nas melhores condições, e provavelmente até, não foi imprimida tendo em conta o melhor papel e a melhor revelação, mas o que conta é o que ela encerra; um período da nossa história, para além de ser uma foto de um pai e um filho, e já lá vão pelo menos 50 anos que ela foi tirada, num quartel na Guiné Bissau.
Por razões que só Deus conhece, o meu pai não está entre nós já lá vão uns anos e faleceu com a idade que eu hoje tenho! Há pessoas que morrem cedo demais!!!

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:01
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Memórias XX

 

São memórias!

Este, é um "post" com um cunho mais pessoal. 

É dedicado ao meu pai, que se fosse vivo completaria hoje 74 anos.

Na primeira foto, eu e o meu pai na Guiné-Bissau em 1965 e na segunda foto, 

o meu pai a conduzir um Jeep Willys no norte de Angola, em Nóqui, em Dezembro de 1969.

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:40
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Memórias XIV

Hoje, não falarei sobre Pomares, nem na nossa região. Hoje, o meu pensamento está muito mais longe. Em África.

Tenho seguido com alguma apreensão os recentes acontecimentos na Guiné-Bissau.

A morte violenta de Nino Vieira, presidente da Guiné-Bissau, é um acto lamentável, inqualificável e condenável, até para países africanos nos dias de hoje.

Passei lá um período da minha infância e recordo-me da Guiné como uma parte de Àfrica onde tudo era genuíno, de uma pureza comovente. A Guiné era fascinante. Se fosse um país explorado para o turismo as propostas que podia oferecer seriam irrecusáveis.

A África prende-nos a vida inteira.

É uma pena aquela instabilidade permanente.

 

 

A primeira foto é o cais do Pidjiguiti, que na época  colonial, era o porto de entrada das tropas portuguesas e de todo o comércio e outros bens provenientes da metrópole (Portugal). Em pé e à direita o meu pai, trajando à civil.

Na segunda foto, eu, lá no meio, com uma comunidade de naturais nossos vizinhos.

A terceira foto, sou eu e o macaco Manel, no quintal lá de casa, e as árvores que se vêm atrás de mim, eram mangueiras.

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Dia do Pai

. Memórias XX

. Memórias XIV

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.