Sábado, 20 de Outubro de 2012

IMI a machadada nas nossas Aldeias...

 

Nestes últimos dias as Finanças têm estado activas nas nossas aldeias, e tudo que é casa foi avaliado, em alguns casos com aumentos na casa dos 1000%, 3000% e até mais...

Simplesmente um escândalo...para não adjectivar ainda mais!
O IMI é um imposto municipal. As taxas respectivas são da competência do Município, de acordo com os limites fixados pela lei...como é obvio. O nosso Município de Arganil, tem vindo a aplicar a taxa máxima permitida, e é o concelho da região onde o imposto é mais elevado. O Partido Socialista tem vindo a propor uma redução de 0,05 %, chumbada obviamente pela maioria PSD!!! 

Aplicar a uma casa com mais de 30 anos de construção, com classificação energética baixíssima, sem luxos, a precisar de obras de conservação, um aumento tal, que a coloca como se fosse uma habitação no litoral da zona da grande Lisboa, é simplesmente revoltante, repugnante...é um assalto aos bolsos do contribuinte, para que as Câmaras se possam endividar e dar azos a construções e projectos megalómanos, de rentabilidade incerta se não for com a ajuda de dinheiros públicos.

É sabido que nas nossas aldeias todos nós temos a nossa casinha, fruto de dezenas de anos de trabalho, de muito suor e de muito esforço e sacrifícios, mas estes aumentos brutais em carga fiscal só irão potenciar o exôdo da população e diminuir o fraco investimento em segundas habitações (para férias) nas nossas já desertificadas aldeias. O IMI é uma bomba atómica para estoirar em 2013, curiosamente em ano de eleições autárquicas...e  lembra-me que o Senhor Primeiro Ministro disse que 2013 seria um ano de retoma económica...

Viver nas nossas aldeias é um sonho, que fica cada vez mais caro por culpa de politicos que só se preocupam com folhas de excell...em vez de se preocuparem com as pessoas...

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 3 de Abril de 2011

Colóquio - Autarquias e Casas Regionais - Lisboa

 

A Casa da Comarca de Arganil, agora com uma direcção renovada, tem desde sempre mantido um relacionamento estreito com outras casas regionais, graças ao papel que desempenha na Associação das Casas Regionais de Lisboa (ACRL), e pela importância de Arganil no movimento regionalista sedeado na capital. Saliente-se também, que desde sempre tem mantido um relacionamento estreito com o Município de Arganil, que já deu os seus frutos com a parceria entre o Município e a Casa da Comarca de Arganil na realização da Feira das Freguesias, que se realiza em Junho, em Arganil, e que tem constituído um êxito indiscutível, facto assinalado na intervenção do Dr. António Cardoso, que representou o Município de Arganil neste Colóquio.  

A Casa da Comarca de Arganil, é uma das casas regionais associada da ACRL e uma das principais casas fundadoras desta associação que no sábado participaram no Colóquio - Autarquias Locais e Casas Regionais - Uma parceria a desenvolver.

Há mais de meia centena de casas regionais em Lisboa, embora se presuma, por falta de elementos, que só metade mantenha actividade regular. As casas regionais de Lisboa, um pouco abandonadas pelo poder político e atravessando dificuldades várias, acabaram por fundar a ACRL que culminou no sábado com o colóquio que tende a aproximar as casas regionais com o poder político.

Se há 50 anos as casas regionais foram fundadas com o objectivo social de juntar os conterrâneos, hoje entende-se que as casas regionais devem encarar o objectivo de divulgarem na capital a gastronomia, a cultura e o turismo da região de origem. Cada casa regional tem de promover juntamente com o seu município iniciativas nesse sentido e atrair investimento para as sua região de origem e ainda modernizarem-se por forma a atrair as novas gerações para o movimento regionalista. Desafios e palavras que foram deixados pelos vários intervenientes no colóquio.

Nove autarcas exposeram o trabalho que tem sido desenvolvido nos seus municipios. O objectivo de aumentar o conhecimento entre as casas regionais e os seus municipios foi amplamente conseguido. Esta forma de aproximação do movimento regionalista e do poder autarquico, foi uma boa iniciativa da ACRL, que está de parabéns pela participação e animação que o colóquio teve. O movimento regionalista ficou reforçado com esta iniciativa, que de uma forma generalizada mereceu todo o apoio das autarquias, que lhe reconhecem valor e um papel fundamental para o futuro.

 

 

Carlos Manuel, actual Presidente da Casa da Comarca de Arganil e um dos activos regionalistas e organizadores do colóquio.

 

 

Um auditório "bem composto" que não enjeitou os aplausos às várias intervenções dos oradores.

 

 

O Dr. António Cardoso, em representação do Município de Arganil, abordou a temática do papel do movimento regionalista no passado, abordou a problemática da desertificação do interior que pode vir a ser potenciada com a reforma administrativa que aí vem. Frisou que a Feira das Freguesias tem sido um êxito e que resulta de uma parceria do Município com a Casa da Comarca de Arganil.

 

 

 

Que me desculpem os outros autarcas e as outras casas regionais, de só falar em Arganil e nos concelhos mais próximos, mas este é um blog virado para a minha região, e nem eu pretendo, nem posso ter uma "abarcância" maior.

 

Na foto o Dr. Mário Almeida Loureiro, Vice-Presidente do Município de Tábua, que também referiu a importância no passado do movimento regionalista e o papel fundamental que pode ter no futuro. Salientou que em Tábua não há desemprego, referindo-se ainda às boas acessibilidades que Tábua tem, que permitem encurtar distâncias para os grandes centros e Lisboa, e a qualidade de vida que se pode ter nos concelhos do interior.

 

 

 

O Dr. Humberto Oliveira, Presidente do Município de Penacova, que referiu que Penacova é a capital da lampreia e a potencialidade da gastronomia no combate à desertificação. Apelou para as novas gerações levarem os amigos às origens dos seus familiares, ajudando a dar a conhecer as potencialidades da região.

 

 

O Sr. Joaquim de Brito, Presidente da ACRL

 

 

 

Em representação da Câmara Municipal de Lisboa, a Dra. Helena Almeida Santos.

 

 

Uma foto da "primeira fila" , onde se vê o Dr. António Cardoso, tendo ao seu lado direito o Dr. Francisco Araújo, Presidente do Município de Arcos de Valdevez e a seguir o Dr. Mário Loureiro do Município de Tábua. Do lado esquerdo, o Dr. Humberto Oliveira do Município de Penacova, seguido do Dr. José António, Vice-Presidente do Município de Tondela. Na fila de trás o staff do Município de Lisboa. 

 

 

Todos os intervenientes, bem como os representantes das casas regionais, receberam um diploma de participação. Na foto o Dr. António Cardoso a receber o seu diploma que lhe é entregue pelo Presidente da ACRL, Sr. Joaquim de Brito.

 

 

E a vez do Sr. Carlos Manuel, Presidente da Casa da Comarca de Arganil.

 

 

Pelo gesto, o Sr.Carlos Manuel, não esconde a satisfação pelo Colóquio ter corrido como o previsto. Bem! 

 

 

O Sr Presidente da Casa dos Tabuenses, recebe o seu diploma.

 

 

E o Sr. Presidente da Casa do Concelho da Pampilhosa da Serra, recebendo o seu diploma.

 

 

O Colóquio foi encerrado com um almoço convívio na Quinta de S. Vicente em Telheiras.

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Raízes de Sobral Gordo na FIL (Bolsa de Turismo)

 

O Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo, a convite do Municipio de Arganil, estará a animar a BTL  na sexta-feira, dia 25, pelas 21:00 horas. O Municipio de Arganil, estará novamente presente este ano na Bolsa de Turismo de Lisboa, e partilhará o stand com a ADIBER e os Municipios de Gois, Oliveira do Hospital e Tábua. O certame realiza-se nos pavilhões da FIL, no Parque das Nações, em Lisboa. Se és Pomarense, Arganilense, vem apoiar o Grupo da nossa terra, o nosso Municipio e a Beira Serra. Comparece, apoia e divulga!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

O Município de Arganil na Bolsa de Turismo

 

O nosso Município esteve presente na edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa, evento que se realizou na FIL, no Parque das Nações, e que é a maior feira de turismo que se realiza no nosso país. Aberta ao publico este sábado e domingo, escolhi este ultimo dia para ir dar uma vista de olhos ao que por lá se oferecia, até porque o apelo das origens fala mais alto, não poderia deixar de ir ver a actuação dos meus amigos de Soito da Ruiva, e vi também que o stand do Município estava apresentável e apelativo, não faltando gente em seu redor, beneficiando de localização logo à entrada do  segundo pavilhão. Gostei do que vi, até porque tenho vindo a "bater"  que a nossa região tem condições excelentes para crescer em termos turisticos. 

 

 

 

Pormenor do stand, com gente amável e eficiente.

 

 

 

Uma imagem geral do local do stand, confirmando-se a afluência de pessoas.

Observava eu o stand e reparei que o painel principal destacava o Piódão, a jóia da "coroa" do nosso concelho; concordo. Mas não pude evitar que me viessse à memória um dos "mimos" que os meus detratores na campanha eleitoral e que ainda hoje me brindam em tom jocoso, que eu queria uma auto estrada de Pomares ao Piódão! Ao ver este stand, deu-me algum gozo, por sentir que estava, e estou certo, de que Pomares poderia e pode ainda beneficiar da promoção do Piódão, melhorando a estrada da nossa freguesia, para que os potenciais turistas transitem por ela e não pelo concelho vizinho. É pena que o poder local em Pomares estimule alguns dos seus apoiantes que têm uma visão tão míope no que concerne ao desenvolvimento da nossa freguesia. É que as estradas para atrair turistas não precisam de ser auto estradas, mas tem que ser mais do que o padeiro precisa para vender pão...

Coitados!!! Um dia hei-de ver mais gente a reivindicar uma estrada mais larga e com condições de circulação de tráfego automóvel com padrões mínimos de segurança...e segundo li algures na imprensa local, já houve vozes no Sobral Magro a ventilar o assunto...

Como diriam os mais antigos: "queira Deus que esteja enganado!..."

 

 

 

Não faltou uma delegação da Confraria do Bucho, que percorreu a BTL promovendo a região e um produto de excelência, emprestando ainda ao local do stand uma "movida" que se fez notar.

 

 

 

A convite do Turismo do Centro e da CM de Arganil, os meus amigos e conterrâneos do Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva (Pomares), estiveram presentes com a sua actuação, prejudicada pela actuação simultânea de bombos e filarmónicas a poucos metros de distância. 

 

 

 

Um aspecto da actuação do Grupo de Soito da Ruiva, com a presença no público do Dr. António Cardoso, Vereador da Câmara Municipal de Arganil.

 

 

O Rancho Folclórico dos Povos da Ribeira de Celavisa, o grupo residente da Casa da Comarca de Arganil, actuou logo a seguir ao Grupo de Soito da Ruiva. Um espectáculo para a vista, porque para o som também não tiveram as condições mínimas para actuar.

 

 

Do Rancho da Ribeira de Celavisa, retirei este belo quadro...

 

 

Na assistência e de máquina compacta digital na mão, o conhecido regionalista Sr. António Lopes Machado.  

 

 

Também na assistência a Dra Lurdes Castanheira, Presidente do Município de Gois, acompanhada pela sua comitiva.

 

 

O Município de Gois também esteve presente e ao mais alto nível.

 

 

A actuação da Banda Filarmónica de Gois.

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 07:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 8 de Junho de 2008

Feira das Freguesias 2º Dia

 

O Município de Arganil, em parceria com a Casa da Comarca de Arganil, tem levado a bom porto esta iniciativa, e pelo 2º dia, a III Feira das Freguesias de Arganil tem sido um êxito.

É patente na imagem a procura da gastronomia da nossa região, e para além deste aspecto, é de salientar a vertente cultural e de animação. Aqui ficam alguns "clips".

 

 

A nossa freguesia representada e bem pelo GDC de Soito da Ruiva, merecia ter tido por parte da autarquia um maior empenho na divulgação do evento em Pomares e nas restantes localidades da freguesia. Notou-se a ausência de Pomarenses junto da nossa tasquinha. Alguma coisa se podia ter feito...

 

 

 

Um momento da actuação da Tuna de S.Martinho da Cortiça

 

 

Os espectáculos estão divididos pelos palcos da Fonte dos Amandos e Praça Simões Dias.

 

Ainda hoje domingo:

O Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva, pelas 15h00, e o Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo, pelas 16h30, actuarão na Fonte dos Amandos. 

 

A União Recreativa e Musical Pomarense, (Filarmónica), actuará na Praça Simões Dias, pelas 17h30, de acordo com o programa, já que da parte desta colectividade nunca recebi nenhum pedido de divulgação.

 

  

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 03:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Nem no Burkina Faso!

 

 

Nem no Burkina Faso se fazia pior!

 

Na obsessão de alcatroar, para apregoar obra feita, eis a nova moda do Municipio de Arganil de asfaltar uma estrada, qual escultura  "naif".

 

É que se não fossem os dinheiros públicos  em causa, até dava vontade de rir!

Depois digam que O Rouxinol de Pomares só diz mal...

Com franqueza, ninguém de bom senso pode concordar com uma coisa destas.

 

Temos pelo menos uma certeza, um "passat" (viatura da Presidência do Municipio), e uma outra viatura de um qualquer munícipe, mais pequena claro,  não passarão uma pela outra dentro do asfalto na maioria do percurso.

 

 

Poderão dizer que está melhor do  que estava! Certo!

Uma pessoa descalça, se lhe derem um sapato está melhor do que  estava, não deixando no entanto de continuar descalça.

 

Estão de parabéns o Municipio de Arganil e a Junta de Freguesia de Pomares! Sim senhor!...

O alcatrão está de facto em coerência, posto de forma centro-direita. Nem mais...

A continuarem assim talvez  Pomares entre para o Guinness World Records!

 

Valha-nos Deus!

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:01
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. IMI a machadada nas nossa...

. Colóquio - Autarquias e C...

. Raízes de Sobral Gordo na...

. O Município de Arganil na...

. Feira das Freguesias 2º D...

. Nem no Burkina Faso!

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.