Quarta-feira, 9 de Maio de 2012

Vrrrruuuuuummmmm!!!! Atenção Perigo!

 

O muro da velha estrada de Avô e ligação natural que nos une ao concelho e ao resto do "mundo", foi arranjado recentemente, e coube a obra a uma firma pomarense. Está arranjado, obviamente, na parte da Freguesia de Pomares. A outra parte, embora para nossa (dos pomarenses), serventia, pertence à Freguesia de Avô, concelho de Oliveira do Hospital. Não era mal "esgalhado" ser arranjado também. Este arranjo há muito precisado, tornou a via mais agradável, e quem nos visita tem logo uma primeira impressão, que convém ser boa. Tudo arranjadinho é que deve ser! A firma pomarense fez o que lhe foi possível fazer e está de parabéns pelo trabalho executado num curto espaço de tempo. Contudo, e esta não é da responsabilidade da firma que realizou a obra, falta a devida sinalização rodoviária a assinalar o muro, que pode, a meu ver, porque a via é estreita, (nomeadamente no local ora fotografado), pôr em perigo quem circula na via. Basta observar e passar por lá uma vez que seja, e percebe-se bem porquê.  Uma baliza de posição, reflectora, parece-me que faz ali falta. Ali e noutros pontos semelhantes, mas deixo para os técnicos a análise do problema, e deixo para os políticos a preocupação com a segurança de pessoas e bens. Espero que antes do verão...

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 22:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 24 de Janeiro de 2009

E quando alguém se aleijar a sério?

 

As sucessivas camadas de alcatrão têm vindo a subir o pavimento da rua e consequentemente a diminuir a altura do muro de protecção desta rua às Casas Cimeiras. Contudo, nunca seria um muro com altura suficiente para garantir protecção adequada aos utentes da via.

No local assinalado na foto, testemunhei um transeunte a desequilibrar-se e a mergulhar alguns metros abaixo. Felizmente tudo acabou em bem, mas a situação só por si causou alguma aflição a quem presenciou o sucedido. De facto, deixou-me a pensar o quão é fácil acontecer o mesmo a qualquer pessoa com consequências imprevisiveis. Sabe-se que no bairro existe uma percentagem elevada de pessoas idosas e cuja mobilidade já não é a mesma de um jovem. Sabe-se que a via é estreita e com ausência de passeios. Sabe-se que é uma via com trânsito, a mais movimentada de Pomares, porque é a via que dá acesso à fábrica, à industria de serração de madeiras, ao bairro do Torrão e a outras povoações da freguesia. Sabe-se que a via não reune as condições de segurança à luz dos padrões actuais.

Pergunta-se:

Para quando um gradeamento de protecção para acautelar uma situação grave?

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 10:06
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vrrrruuuuuummmmm!!!! Aten...

. E quando alguém se aleija...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.