Domingo, 10 de Novembro de 2013

Vale de Maceira (Sra das Preces)

 

Vale de Maceira (Santuário de Nª Srª das Preces) no Outono.

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 10:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Julho de 2012

Srª das Preces ( Vale de Maceira- Aldeia das Dez)

 

Nada é como era dantes!...

Há alguns dias que não tenho tido a pujança fisica e tempo necessario para fazer um post, porque chego ao fim do dia, qualquer coisa como 22:00/23:00 "estoirado", com alguns afazeres domesticos e alguma bricolage que me tem exigido esforço mais do que algum espondilitico pode aguentar...

Vamos lá então, ainda que fora de horas, aquilo que vi da romaria da Nossa Senhora das Preces, que em tempos foi a Romaria das Beiras.

 

 

Nª Senhora das Preces.

 

 

A Missa Campal.

Nos dias de hoje, a Romaria da Nª Senhora das Preces resume-se apenas aos actos religiosos, e está longe dos tempos em que os miúdos se encantavam com os brinquedos de lata ou de madeira, e as bonecas de papelão que faziam a felicidade da pequenada, que percorria os pinhais de volta a  casa, cheios de alegria e com vontade de voltar.

O Sol escaldante obrigava as pessoas a refugiarem-se à sombra das belas e centenárias árvores.

 

 

O espaço ostenta belos e raros exemplares que requerem e merecem um visita mais atenta.

 

 

O espaço é imenso, e algumas centenas de pessoas podem ser poucas para preencher o recinto. 

 

 

Uma das imagens obrigatórias é o fontanário monumental...

 

 

Em cujas "bicas" muitas gerações saciaram a sede e se refrescaram...

 

 

Muitos ainda vêm de longe...das Beiras...de S. Jorge da Beira, da Covilhã e de outras paragens...tal como antigamente, mas em menor número...já nada é como era dantes...

 

 

Alguns ainda vêm em familia e levam o farnel...tal como era dantes..., mas já não são a maioria...

 

 

Outros, em menor número, não deixam de estar presentes e cumprem a tradição...e são pomarenses...pois claro!

 

 

Outros preferem um franguinho assado num dos restaurantes de feira...

 

 

E estas amesendações transportam-me a outras reencarnações da idade das trevas...mas o frango até me soube às mil maravilhas, e as batatas fritas há muito que não as comia tão loiras e saborosas...a vinhaça não era condizente, mas com o ambiente festivo lá marchou...em nome da santa...

 

 

Estes lugares sempre foram, e sempre serão pontos de encontro, locais  de conhecimento e de trocas de experiência. Comprei pão, veio de Carregal do Sal, e é um dos bigodes mais famosos, confessou-me, e eu acredito, a julgar pela dimensão do dito... 

 

 

Também havia coscoreis feitos no momento...

 

 

E festa que é festa tem sempre a Banda a passar...neste caso a Filarmónica de Aldeia das Dez a entrar no recinto de Nª Sª das Preces.

 

 

Mesmo que não seja em dias festivos, o local merece sempre uma visita, pela arquitectura, pela beleza do local e pelas espécies arbóreas.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Nª Srª das Preces

 

Longe vão os tempos em que se aguardava um ano para ir até ao Vale de Maceira no primeiro Domingo de Julho, à romaria da Nª Srª das Preces, a padroeira das Beiras. Ia-se em família, em grupos de cada terra, as mulheres carregavam o cesto com a merenda, os homens o velho palhinhas com o tinto de produção caseira, e os miúdos aguardavam ansiosos por uma guloseima e um brinquedo em madeira. Hoje, tudo está diferente, já não há brinquedos em madeira, há toalhas clubísticas, vuvuzelas e outras plastiquices irritantes made in china, apenas o local se mantêm com as centenárias árvores que nos observam geração após geração, pelo menos a nós, os mais teimosos que continuam ano após ano a ir até ao Vale de Maceira, à Nª Srª das Preces.  

 

 

Sem a multidão de outros tempos, a romaria ainda acolhe muitos romeiros em excursão, com especial incidência da Beira Baixa, Fundão, Covilhã, principalmente.

 

 

Um templo com belos frescos e uma talha irrepreensível, que vale a pena visitar sempre.

 

 

Neste dia de romaria, a afluência de pessoas a visitar o templo é sempre mais elevada.

 

 

A Missa campal sob um sol abrasador...

 

 

...e valeu a sombra dos velhos e enormes carvalhos. O sermão prolongou-se por mais de uma hora, exageradamente longo para o calor que se fazia sentir e bastante fundamentalista no tema, com a abordagem da existência do diabo, com retórica já em desuso e uma critica muito forte a quem não se vai confessar ao padre e comunga...na minha modesta opinião este tipo de sermão não atrai fieis, nem é uma mais valia para o bom trabalho que a igreja faz em termos sociais.

 

 

Longe ficaram os comes e bebes, lá ao cimo, e enquanto decorria a Missa campal a amesendação transbordava de gente sob os toldos de feira, e o cheiro a frango assado pairava no ar, numa mistura com farturas e outros pratos de comida leve, tipo dobrada, rancho, carne guisada, etc. e ainda bem que a ASAE não passou por aqui, é que ás vezes sabe bem esquecermo-nos de algumas regras, e quando a fome e sede aperta podemos recuar alguns séculos e comer como se estivéssemos na época do Robin dos Bosques, qual Errol Flynn... 

 

 

Até é "giro" comer em ambiente de feira... meter conversa com o "vizinho" de ocasião, beber um copo e comer uma dieta levezinha, tipo dobrada, ou rancho, em dia de sol abrasador, não é todos os dias...

 

 

E para quem raramente aparece, cá estou eu, vermelho que nem um tomate, não sei se do vinho, do comer, se do calor...com os amigos Nuno Carvalho, a São e o filho João Pedro. P'ró ano há mais...

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:44
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Hei! Estou de regresso!

 

Em primeiro lugar quero agradecer a todos os conterrâneos, amigos e familiares que me desejaram as rápidas melhoras via comentários aqui no blog, via telefone e por email, e manifestaram desse modo a solidariedade que sabe tão bem nestas alturas. É sempre bom saber que temos amigos e familia.  Um grande abraço para todos e obrigado pela vossa preocupação. Está tudo a correr bem, mas como compreendem isto ainda está "fresco" e estou obviamente um pouquito "off", mas a intervenção a que fui sujeito correu bem, pelo menos até ao momento. Graças à tecnologia, hoje, "mexer" num olho, já é coisa banal e de recuperação rápida, embora no meu caso as uveítes originaram alguns estragos com a colagem da pupila e a consequente catarata. É a vida...

 

Não sendo eu um homem de grandes práticas de fé religiosa, não poderei deixar de me lembrar nestas alturas da minha educação católica e cristã e especialmente de me lembrar que a Santa Padroeira da minha terra, Pomares, é nem mais nem menos do que Santa Luzia, a santa que protege e resolve todos os problemas relacionados com os olhos das pessoas, na foto de cima. Na foto de baixo a Padroeira das Beiras, Nossa Senhora das Preces, em cujo local me sinto bem considerando o seu altar de rara beleza.

Provavelmente não somos apenas matéria...

Pensando bem, de facto, tudo na vida é uma questão de fé!

Mais uma vez um abraço para todos os amigos e visitantes aqui d' O Rouxinol de Pomares e até sempre!

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 00:26
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

Instantâneos XVII

 

Acabaram-se os dias solarengos e secos e embora o bom tempo continue, mesmo até no final do verão, é habitual na nossa zona, assistir pela manhã aos característicos nevoeiros.

 

Não haverá local melhor para essa observação e até para o sentir, do que este sítio mágico, que é o Santuário de Nª Srª das Preces, em Vale de Maceira.

 

Quer pelo arvoredo que existe  no recinto, quer pela sua localização, quer ainda pelos edifícios religiosos, este local envolto em nevoeiro fica ainda mais místico.

 

Em cima a Igreja de Vale de Maceira e do Santuário de Nª Srª das Preces, vista lateral, em dia de nevoeiro, e ao lado o seu frontal. Em baixo a rua principal de Vale de Maceira que conduz ao recinto do santuário.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Nª Srª das Preces

 

É já no próximo Domingo, o primeiro de Julho, que se realizam as festividades de Nª Srª das Preces, em Vale de Maceira, uma das mais antigas romarias das Beiras com a sua Feira anual.

 

Este Santuário de Nª Srª das Preces, é constituído por uma capela principal dedicada a Nª Srª, por onze capelas com os motivos da Paixão de Cristo, com figuras de tamanho natural, pela capela de Sta. Eufêmia e a capela de Nª Srª das Necessidades que se situa no Monte do Colcurinho a 1244 metros de altitude.

 

Uma foto actual de uma das entradas para o recinto da romaria e uma outra com cerca de meio século, da Fonte Monumental. A visitar sempre.

 

E porque já se fez referência aqui no blog a esta romaria aqui fica o link para relembrar:

http://rouxinoldepomares.blogs.sapo.pt/49528.html

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:24
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Carvalho Alvarinho

 

 

Imponente carvalho alvarinho, ou carvalho roble de nome científico, Quercus Robur, é uma árvore de grande porte e folha caduca. Estes magníficos exemplares, poderão ser observados no Vale de Maceira, freguesia de Aldeia das Dez, no santuário de Nossa Senhora das Preces, uma das romarias mais antigas das Beiras de que falaremos brevemente, e que fica perto de Pomares.  

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 00:28
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vale de Maceira (Sra das ...

. Srª das Preces ( Vale de ...

. Nª Srª das Preces

. Hei! Estou de regresso!

. Instantâneos XVII

. Nª Srª das Preces

. Carvalho Alvarinho

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.