Sábado, 5 de Julho de 2014

Quando chega o Verão?

 

Entrámos em Julho, um mês que normalmente é quente e convida a férias e a banhos. A nossa terra tem vindo a afirmar-se como um destino de verão dos naturais, e de muitos que procuram a pacatez e a pureza das nossas águas. A naureza bafejou o sítio, e o homem fez o resto. Há que aproveitar e oferecer o que de melhor temos; a água e a nossa paisagem. O mês de Junho não foi muito convidativo a banhos, e o inicio de Julho também não prometeu. Esperamos que tudo se componha e que os "deuses" devolvam a normalidade que tanto esperamos. No tempo e na esperança de um Portugal feliz, simpático, alegre e solidário, como eram as nossas aldeias.

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 21:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

Cores e Paisagens de Outono...(18)

 

Bem diferente da azáfama de Verão...a Praia Fluvial no Outono conserva a beleza com que Deus bafejou o local...

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 21:32
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Outubro de 2011

Para quem quiser uma banhoca no Outono...

 

É um Outono de temperaturas altas, próprias de verão e de tempo de férias, mas há muito que os veraneantes se foram e o parque de campismo encerrou portas, e no parque de merendas as folhas das tílias caiem ao chão cumprindo o seu ciclo outonal, mas a piscina/praia fluvial continua cheia, para algum veraneante fora de horas, mas principalmente para prevenção de algum incêndio, onde os helis possam mergulhar os seus enormes baldes...é um local de divertimento, mas que serve também de prevenção em matéria de protecção civil...

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011

Agosto está aí...

 

Chegou o mês de Agosto, e contrariamente às expectativas de bom tempo com sol radiante, hoje a chuva visitou-nos e o tempo arrefeceu consideravelmente face ao dia de ontem, o ultimo dia de Julho, em que a nossa Praia Fluvial e o Parque de Merendas registou um grande movimento de veraneantes. Espera-se que Agosto que agora começou, nos traga dias de calor e uma temperatura do ar que nos permita dar uns mergulhos refrescantes nas águas da nossa Ribeira de Pomares, uma das melhores águas do alto concelho de Arganil e uma das melhores Praias Fluviais classificada com a bandeira de Praia Acessível.

 

 

 

Fotos cedidas pelo Dr. Manuel Campos Mendes.

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 13 de Maio de 2011

Postais de Pomares V

 

Esta é já uma imagem clássica de Pomares, por ser tantas vezes fotografada esta bela zona da nossa terra. A "piscina" da Praia Fluvial de Pomares encheu pela primeira vez este ano, e a imagem é de hoje ao cair da tarde. Fresquinha e pura como a água!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

É Preciso...Publica-se!

 

As imagens que se seguem foram obtidas no penúltimo dia de Setembro. A Ribeira de Pomares está seca, fruto de um verão soalheiro e de um principio de Outono sem pluviosidade. A represa da praia fluvial de Pomares ainda ostenta os plásticos das comportas que têm restos de lodo, mal cheirosos por sinal. A zona da praia fluvial, sem água, põe à mostra alguns perigos para os utentes. Será agora o tempo oportuno para corrigir estes perigos. Pensarão que me aproveito para apontar defeitos, mas se estiveram atentos, eu, numa postura de boa fé, não levantei qualquer problema nem apontei o dedo sobre algumas coisas que correram mal este verão. Antes, numa atitude responsável e colaborante, dirigi-me pessoalmente ao Sr. PJF e transmiti-lhe por exemplo que havia um tubo facetado na passadeira da piscina que poderia causar ferimentos a um qualquer banhista, dado que aí se circula descalço. A resposta foi que iria mandar arranjar...

Passado muito tempo e finda a época balnear reparo que o tubo se encontra na mesma, e reparo que só se arranjam e corrigem as coisas depois de as publicar neste meu espaço que é "O Rouxinol de Pomares". Então seja! A campanha de desinformação que têm levado a cabo contra mim e contra o meu blog e fazendo passar a mensagem de que só digo mal de Pomares, tem os dias contados. Os pomarenses têm cada vez mais acesso à internet e vão-se apercebendo que se não fosse este espaço muita coisa ainda estaria pior.

Para que não caia em esquecimento aqui ficam as imagens. 

 

 

Na zona onde há maior concentração de banhistas, estão no leito estes ferros ferrugentos, bem visíveis quando a piscina se encontra vazia. Não estão lá a fazer nada e o custo para os retirar é insignificante. Esta é a época ideal para o fazer, o problema é o planeamento e a falta de visão...

 

 

Estão bem visíveis...

 

 

Só não vê quem não quer ver...e ignora o perigo para os utentes e para quem nos visita...

 

 

Este é o tal ferro solto que sai fora do pavimento do passeio onde normalmente se circula descalço. Dar lá uma "topada" e provocar um ferimento  num adulto ou criança é tudo uma questão de tempo...

 

 

Em plena época balnear tomei a iniciativa de dar conhecimento pessoalmente ao Sr. PJF...talvez com a publicação no blog haja solução, para bem dos banhistas e da imagem de Pomares...

 

 

E estes plásticos mal cheirosos, pendurados dias a fio ao sol de Outono, também não contribuem para uma boa imagem da nossa terra...

 

Nota: Tornarei pública a minha intervenção na Assembleia de Freguesia de 25 de Setembro, conforme deixei expresso no local. Estou a trabalhar o "post", e estará on- line esta semana.

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:13
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Terça-feira, 31 de Agosto de 2010

31 Agosto

 

Pomares, 31 de Agosto. E está mesmo um dia do 31!

Cheguei do meu voo! Acordei hoje com o som do vento; um vento suão de ar quente! Forte! O Sol teimava em não aparecer. De repente lá estava ele um pouco envergonhado. Fui dar a "voltinha" da praxe. Passei pelo Pontão e já não se vêem os magotes de gente de há uns dias atrás sentados nos bancos. Fui beber uma "bica" ao café cá do burgo e a azáfama já não se notava. Dei um pulo até ao sítio de veraneio, praia fluvial e parque de campismo e os sinais de fim de verão eram evidentes.

Chegada a hora do almoço, chegou também a trovoada e aguaceiros que se transformaram em queda de granizo, que mais pareciam ovos de codorniz. O bater nos tejadilhos do automóveis e nos telhados, até pareciam tamancos com broxas em calçada portuguesa. Foi por pouco tempo, porque senão a vinha e as culturas iriam ficar danificadas. O pior mesmo é que a seguir a um trovão, deixamos de ter energia eléctrica e sem ela a internet foi-se...é um vai e vem de luz, um apaga acende, uma inevitabilidade do interior que potencia a desertificação a par da falta de comunicação móvel.

 

 

O Pontão ainda com alguns automóveis, mas vazio de gente.

 

 

Uma praia fluvial deserta, porque o tempo anunciava chuva da grossa...

 

 

E a chuva e granizo a cair com força arrastando as folhas que já anunciam o Outono...

 

 

Um pedaço de granizo que passados alguns minutos de ter caído ainda tinha uma dimensão razoável.

 

Adeus Verão...e Pomares volta à pacatez...

 

Ah! As novidades por onde andei a "voar" estarão aqui nos post's a seguir! Até amanhã!

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 20:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 2 de Março de 2010

Ribeira de Pomares IV

 

Com a chuva que tem caído este ano a Ribeira de Pomares apresenta um caudal superior aos outros anos nesta época. O açude do Poço da Cortada, com a sua queda de água que  ao misturar-se com o oxigénio se torna branca e cria um belo contraste com os campos verdes das suas margens.

Pela serra, os córregos e os ribeiros brotam água em abundância e até a barroca do Soito Cabido cai em abundância na zona que no verão será a praia fluvial de Pomares. Que bonito efeito seria tê-la assim no verão!...tecnicamente é possível...julgo eu!

 

 

Eis a barroca do Soito Cabido que normalmente não se faz sentir, porque a água é em muito menor quantidade e anda desviada deste seu curso natural.  

 

 

À entrada da curva onde começa a praia fluvial, até faz ondas, mas é relaxante ver a água por sinal limpa que corre loucamente para desaguar no Alva, na sua foz em Avô.

 

 

Nota: A esta hora o vento sopra com alguma força, assobiando e  fazendo estremecer as persianas. Lá fora as árvores dobram-se numa dança fantasmagórica. Até quando teremos luz electrica? O melhor é publicar o post já, senão|!...

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:46
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 30 de Janeiro de 2010

Casualidades X

 

 

Não é com agrado que me deparo com situações destas e que as fotografo. Não ando nem nunca andei "à caça" de coisas que estão mal, infelizmente esbarro-me nelas. Se para alguns estas coisas são normais, para mim são situações anómalas, que requerem intervenção atempada e a devida sinalização para evitar possíveis acidentes. Não é pedir muito! Acho eu!

Com isto não me estou a justificar, continuarei a denunciar aquilo que acho que está mal. O que é certo é que com as minhas intervenções neste blog, tenho ajudado a melhorar muita coisa, embora haja gente que embora veja o meu blog diga que nunca o viu...mas o que importa é que a informação chega lá. Por outro lado, tanto me faz como se me deu que alguns dos eleitos cá do burgo continuem a proclamar que só digo mal de Pomares...muita gente de Pomares já percebeu que eu tenho razão e não aponto o dedo com interesses pessoais.   

No caso em análise, trata-se do passeio da praia fluvial que no sítio assinalado estava lá um candeeiro igual aos demais, mas por razões que desconheço foi dali arrancado. O problema reside na sinalização do local, já que não se encontra vedado ao público, bem como ponho em dúvida se os fios eléctricos naquela situação não estarão a pôr  em perigo alguma pessoa ou criança mais curiosa, para não falar na possibilidade de alguém aí poder tropeçar e magoar-se a sério. 

Para além de ser um dever, será muito dispendioso isolar e assinalar a situação?

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:06
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 11 de Agosto de 2009

Uma visita guiada

 

Este local é o "centro" de Pomares no mês de Agosto. Como disse no  post "Será da Crise?",  esperava que os próximos dias trouxessem mais veraneantes a Pomares, manifestando a minha preocupação pelo "deserto" que se verificava no primeiro fim de semana de Agosto. Constatei que efectivamente oito dias depois a praia já apresentava um número considerável de pessoas. Ainda bem.

 

 

A convite do Dr.Manuel de Campos Mendes, as portas do parque de campismo abriram-se ao "Rouxinol de Pomares"  este Domingo, e poderei dizer que tive uma visita guiada, percorrendo as instalações do parque.

Em relação aos dias anteriores, pude constatar que o parque tinha uma ocupação de mais de 70%, a qual se pode considerar boa. Congratulo-me com isso.

É frequente conversar com campistas e todos são unânimes em dizer que o parque tem excelentes condições de higiene e as instalações estão impecavelmente limpas. Obviamente que é importante manter a qualidade do parque de campismo. Que a diferença seja pela positiva, é o que todos os Pomarenses desejam. Mas a ocupação plena do parque tem que se estender a outros meses e não estar concentrada apenas nos 15 dias de Agosto, para isso é necessário concertar e diligenciar acções que permitam uma melhor distribuição de ocupação. Ter uma boa água e um bom parque já vimos que não chega! É preciso mais e mesmo neste nicho é necessário sermos competitivos.

Pela minha parte estou inteiramente disponível para ajudar Pomares.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:10
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Será a Crise?

 

Será da crise, ou será o resultado de vários factores? Eu creio que a crise, não é explicação para tudo!

 

Domingo, meio dia e meia hora, passo pela praia fluvial e estranhei de não ver ninguém junto à água. Não é costume! Interrogo-me!? Tento encontrar alguma explicação! O tempo também não ajuda, mas estamos no primeiro Domingo de Agosto, um mês de férias por excelência!

 

 

Desço ao parque de merendas e o bar está fechado e deserto.

 

 

Olho para o parque de campismo e vejo apenas duas pequenas tendas solitárias. Confesso que me interrogo ainda mais e tento encontrar resposta. Saio daqui e vou até á Ponte das Três Entradas, para ver o parque de campismo de lá, para me poder balizar. Está com mais afluência proporcionalmente.

 

 

Dois dias separam esta imagem da primeira. Ontem à tarde, já se via algum movimento, o tempo melhorou em temperatura, mas a afluência está longe do ano anterior. Sinceramente espero que os próximos dias tragam mais veraneantes a Pomares.

 

 

Pomares, a sua ribeira e a sua água, e esta zona em particular, moldada pela natureza e aproveitada pelos homens é de uma beleza sem rival na região, que se for inteligentemente gerida, divulgada e aproveitada poderá constituir uma mais valia, gerando riqueza para Pomares, quer para o comércio e industria local, quer na criação de empregos que a nossa terra tanto precisa.  

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:27
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Sábado, 11 de Julho de 2009

Ruralidades XII

 

Há muito que não "postava" sob o título deste tema. Pomares, é uma aldeia rural, e nada melhor para o ilustrar do que esta fotografia da Quinta da Marqueza pejada de fardos de palha prontinhos a serem guardados como forragem para o gado.

 

 

E o que é curioso, aqui em Pomares, é que até o campo de futebol é produtivo. Não havendo utilização do campo, e crescendo o relvado (o verdadeiro relvado), este foi aproveitado, e zás sai fardo. Consta-se que o proprietário do campo, a Sociedade de Melhoramentos, fez um bom negócio.

 

 

Enquanto ao lado, nos campos, se enfardava a palha , a represa da praia fluvial de Pomares enche-se após uma operação de limpeza, que é feita regularmente para manter a água em boas condições. Diria, em óptimas condições.

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 01:52
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Quando chega o Verão?

. Cores e Paisagens de Outo...

. Para quem quiser uma banh...

. Agosto está aí...

. Postais de Pomares V

. É Preciso...Publica-se!

. 31 Agosto

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.