Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

ARGANIL - V Feira das Freguesias - 3º Dia

 

Chegou ao fim após três dias de sabores, de cheiros e de festa, a V Feira das Freguesias de Arganil, e este terceiro dia, não fora a actuação do Rancho residente da Casa da Comarca de Arganil, o Rancho Folclórico da Ribeira de Celavisa, com sede em Lisboa, e poderia dizer-se que o dia foi da Freguesia de Pomares. As actuações do Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva, responsável pela representação da nossa freguesia no certame, do Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo, que se deslocou da zona da Grande Lisboa, com ida e volta só para este evento, e com todo o esforço que isso acarreta, e ainda a actuação da nossa Filarmónica residente em Pomares, foi sem dúvida a vontade de uma freguesia e a afirmação do potencial que existe e os pomarenses assistiram, aplaudiram e sentiram-se orgulhosos.  

Todas as obras que perduram na memória dos homens são fruto de um colectivo...

 

 

Teresa Neves, a líder do Grupo de Soito da Ruiva, durante a actuação, descrevendo a respectiva dança, numa perspectiva de enquadramento histórico das vivências e costumes da Serra do Açor, onde se situa a bela aldeia de Soito da Ruiva, a mais distante da Freguesia de Pomares.

 

 

 

Imagens da actuação deste Grupo de Soito da Ruiva, onde se nota o cuidado com a genuinidade dos trajes, de uso na nossa Serra do Açor.

 

 

O Fado Serrano, onde o público entra, e onde também participaram alguns elementos do Grupo Raízes de Sobral Gordo. Um momento de interacção bonito, que demonstra sobretudo uma grande amizade e o grande carinho que temos por estes nossos grupos. 

 

 

Um instantâneo que captei. A Dra. Teresa Neves à conversa com o Dr. Miguel Ventura, um autarca e amigo de Pomares e da Serra do Açor.

 

 

Odete Francisco, líder do Grupo Etnográfico Raízes de Sobral Gordo, que transportando o estandarte do grupo, não esconde o amor que tem pelas suas raízes e pela sua terra, nota-se-lhe até no respirar. Ouvi-lhe confessar para outra pessoa que iria mais feliz de Arganil ao Sobral Gordo a pé, do que ir novamente para Lisboa de autocarro nesse dia...

 

 

 

Um momento da actuação do grupo de Sobral Gordo. Não posso deixar de referir que também eu tenho raízes no Sobral Gordo e muitos dos que aqui cantam e dançam carregam genes que são comuns. Muitos são meus familiares e é com orgulho que os acompanho e aplaudo. Força Sobral Gordo!

 

 

 

 

 

Momentos da bela actuação do Sobral Gordo, que mostra a cada ano que passa cada vez mais pujança, a que não é alheio a idade média etária do grupo.

 

 

O Dr. António Cardoso, Vereador da CMA e que acompanhou os grupos na sua actuação, junto do Grupo Raízes de Sobral Gordo.

 

 

Momento do agradecimento por parte do Engº Ricardo Pereira Alves à actuação do Grupo.

 

 

 

 

Entre a actuação do Grupo da nossa terra e a actuação da nossa filarmónica no palco da Praça de Simões Dias, passa o Rancho da Ribeira de Celavisa a caminho do palco da Fonte de Amandos. Registei o momento porque acho que este grupo nos merece também a nossa estima pela qualidade que tem. Palmas para eles...

 

 

A União Recreativa e Musical Pomarense, a nossa filarmónica,  a caminho do palco para a sua actuação.

 

 

Um momento de cumprimentos ao público e aos pomarenses, onde se ouviram "urras" e "vivas" a Pomares, junto da nossa "tasquinha". Um momento alto do dia. Gostei de ouvir e ver!

 

 

A nossa filarmónica a ser efusivamente aplaudida pelos pomarenses presentes. São momentos destes que nos dão orgulho de sermos do alto concelho de Arganil, de alma serrana e Pomarenses.

 

 

Dirigentes da nossa filarmónica, Armando Nascimento, "Ti" Abílio, maestro, e Carlos Basílio, acompanhados pelo Dr. António Cardoso, momentos antes do inicio da actuação da banda.

 

 

A actuação da nossa banda e a respectiva assistência espalhada pela Praça Simões Dias.

 

 

O certame foi encerrado com a atribuição dos prémios gastronómicos, e Vila Cova do Alva, representada por Vinhó, e São Martinho da Cortiça foram os vencedores. A primeira, com o célebre "bucho" de Vila Cova e com a tigelada, e a segunda com o cabrito assado e o arroz doce. Estão de parabéns, Vila Cova e São Martinho da Cortiça. 

Hei! Para o ano eu quero ver os "coscoreis" de Soito da Ruiva premiados...lá que estavam sempre esgotados estavam...será que o juri os provou?

 

A terminar, não poderei deixar de dar os meus parabéns a todos os que organizaram o certame, aos trabalhadores anónimos que possibilitaram os meios para que o evento decorresse dentro do previsto, aos grupos e organizações envolvidos, às juntas de freguesia, ao Município de Arganil, à Adiber e à Casa da Comarca de Arganil.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:38
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 13 de Junho de 2010

ARGANIL - V Feira das Freguesias - 2º Dia

 

o segundio dia da V Feira das Freguesias de Arganil, grande mostra gastronómica e culturall do nosso concelho, registou ontem maior afluência de público do que no dia da inauguração, quiçá, fruto do tempo, que entretanto melhorou e pode ter ajudado. Sentiu-se um maior número de arganilenses presentes.

De ano para ano, confirma-se o sucesso desta iniciativa, que trás ao coração da sede do municipio uma movida digna de registo, de algumas centenas largas de pessoas e que me apraz registar a forma ordeira com que todas as que tenho assistido têm decorrido e confirmam que nós, os beirões da beira serra e da Serra do Açor, somos gente ordeira, respeitadora e que sabe receber.

Culturalmente e em matéria musical o dia iniciou-se com o desempenho da Associação Filarmónica Barrilense, que se vê a desfilar junto ao teatro Alves Coelho, a caminho do palco principal para a respectiva actuação.

 

 

Momento da actuação da Associação Filarmónica Barrilense.

 

 

E mesmo em frente a "tasquinha de Pomares" não tinha mãos a medir nos coscoreis. A procura excedeu sempre a oferta, o que confirma a qualidade e o sabor genuíno do produto. EU SOU FÃ!!!

 

 

Dra Teresa Neves, líder do Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva (Pomares) cujo grupo representa a nossa terra, à conversa com o Engº Ricardo Pereira Alves, Presidente da CMA.

 

 

A actuação do Grupo de Cantares do Alva e Açor.

 

 

 

Outra fotografia do mesmo grupo na sua magnífica actuação.

 

 

É notória a maior afluência de público.

 

 

A actuação do Rancho Juvenil da Casa do Povo de Arganil em actuação na Fonte de Amandos.

 

 

Foi notório o sucesso de algumas das tasquinhas das freguesias e no caso da Benfeita, não passou despercebido a "enchente" constante que aí se registava. Seria da Serradura!?

 

 

Actuação da Associação Filarmónica Arganilense. Sou um leigo em matéria musical, um ouvido "duro", mas gostei e não tenho dúvidas em afirmar que a sonoridade desta banda é de respeito. Gostei da orquestração e do rufar dos tambores. Sem desprimor para as outras bandas, esta é uma banda a sério. Com ela encerrou-se a vertente cultural do dia!

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ARGANIL - V Feira das Fre...

. ARGANIL - V Feira das Fre...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.