Terça-feira, 22 de Setembro de 2015

O Tempo dos Pipos

Vindimas e Pipos (001)

Por diversas vezes tenho feito referência às vindimas, aos pipos e a várias castas de uvas. Às vindimas, entenda-se, aquelas que se fazem pela nossa terra e pela nossa zona da Serra do Açor.

Em 2010 publiquei um post com o título "É Tempo dos Pipos". Hoje volto ao tema porque é tempo deles, e até porque ainda ontem nesse post me perguntavam como se lavavam os pipos. Assim sendo, o que acham se este post se chamar "O Tempo dos Pipos" ?

Ao longo destes anos tenho renovado a minha pequena vinha, se é que lhe poderei chamar de vinha, porque são tão poucas videiras, que até faria rir qualquer pequeno viticultor, mas o que me dá prazer é fazer o meu próprio vinho, não em quantidade, mas em qualidade. Para isso, tenho renovado as castas antigas e plantado Touriga Nacional, Tinta Roriz, Syrah e algum Cabernet Sauvignon, nos tintos; Maria Gomes ou Fernão Pires, Chardonay e outras castas antigas, incluindo morangueiro ou "forra a pele", nos brancos.
Esta época o meu trabalho está feito, e espero que Baco faça o resto e transforme o néctar que está nas dornas num Karuma´s que não envergonhe o produtor.

Vindimas e Pipos (002)

É claro que a "vindima" para ser vindima e seguir a tradição, é um trabalho de equipa. Aqui está a equipa: o meu tio Acácio e o amigo Armando.

Vindimas e Pipos (003)

Este é um cacho de uvas literalmente biológico. Não foi sujeito a qualquer tratamento químico e trata-se da casta "Rabo de Ovelha".

Vindimas e Pipos (004)

O vinho exige esforço, tempo e dedicação...bebê-lo é a parte mais fácil.
Como estamos no tempo das vindimas, desejo-vos sorte e sucesso!!!

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Setembro de 2012

Pipos e Vindimas

 

O fim do Verão e o inicio do Outono é sinónimo da preparação dos pipos e do inicio das vindimas. Normalmente, no final de Setembro e até meados de Outubro, as uvas estão na fase de maturação, próprias para serem colhidas e transformadas no néctar que desde Abraão é apreciado pelos povos mediterrânicos. Hoje é um produto produzido, apreciado e consumido em todo o mundo.

Este ano, por cá, parece-me que a seca atrasou a maturação, porque algumas castas tintas ainda não completaram o pintor, e a qualidade, essa é ainda uma incógnita.

Quanto ao Caruma's Red Wine, por se tratar de um produto biológico, seguramente este ano a sua produção é substancialmente menor e a qualidade inferior...a ver vamos!!!

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010

Ruralidades XVIII

 

Anda bicho na vinha...

Desde cedo, mal as uvas começaram a pintar, já  os bagos me começaram a desaparecer, bago a bago, com uma precisão cirúrgica e selectiva. Não me indignei com o, ou os animais que precisavam de se alimentar, mas a curiosidade apoderou-se de mim tentando perceber e descobrir qual o animal que me comia os bagos sem danificar os restantes, e nem todas as espécies eram do seu agrado. Indaguei, aqui e ali fiz conversa: uns afirmam ser ratazanas, outros os melros; contrapunha que não me parecia, porque as uvas estariam a uma altura impossível de alcançar por uma ratazana, e uma ave teria de debicar as uvas. O que se verificava era que os bagos eram arrancados um a um sem vestígios ou desperdícios no chão, e a forma de o fazer, só poderia ser de quem dispõe de dedo oponível. Até hoje não consegui ver que animal é "fã" das minhas uvas. Não de todas, mas das mais doces e de pele mais fina. As minhas suspeitas vão para o esquilo...

 

 

Não abocanha, não estraga, come apenas os bagos deixando os píncaros...

 

 

Há videiras em que nem um bago para amostra...

 

 

É selectivo. Este Alfonso Lavalle, uva de mesa, escapou aos gostos do "bicho"...

 

 

O mesmo não aconteceu ao Cardinal,  apenas provei uns bagos que o "bicho" me deixou...

 

Esta vida rural tem que se lhe diga...

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 23:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Estou em Trabalhos Rurais

 

Desculpem lá meus amigos de não ter "postado" ontem. Por estes dias ando em trabalhos de vindima, a fazer um vinhito. Tenho um amigo que me dizia que aqui eu só podia fazer vinho de caruma porque só havia pinheiros. Achei piada e agora eu apelido o meu vinhito como vinho de caruma. Cuidado com ele!...

Não há nada como mexer na terra, senti-la, cheirá-la e ver as coisas que ela produz, e nós tratamo-la tão mal!

Por estes dias já retomarei a rotina habitual.

Obrigados por visitarem O Rouxinol de Pomares.

 

 

 

sinto-me:
publicado por rouxinoldepomares às 02:13
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.Eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O Tempo dos Pipos

. Pipos e Vindimas

. Ruralidades XVIII

. Estou em Trabalhos Rurais...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

conter12

.últ. comentários

Que pena pintarem as casas de branco!Eram tão lind...
Adorei o teu comentário! Não tenho mais palavras! ...
Não é preciso dizer mais nada... como sempre o ami...
Foi com gosto que apreciei esta festa de Carnaval...
Não lhe sei responder...Sei que têm vendido alguma...
A Quinta da Marqueza encontra-se para venda ?
Que catastrófe as imagens dão arrepios.bjshttp//bl...
Impressionante! Ainda bem que nada lhes aconteceu.
Parabéns à Junta de Freguesia de Pomares, por as m...
A familia de minha Mãe de apelido Silva Campos é d...

.AVISO

Para evitar a calúnia e a difamação gratuíta, os comentários são moderados pelo autor do blog. Todos os comentários serão publicados, mas se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, e de forma geral prejudicar a utilização leal deste espaço não se dê ao trabalho. Os comentários não serão publicados.